Liturgia Diária

Liturgia Diária

A Liturgia Diária é a Palavra de Deus para o seu dia a dia.

Banner dento de artigo - 600 x 150 px (7)

3º Semana da Páscoa | Terça-feira

Primeira Leitura (At 7,51-8,1a)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

Naqueles dias, Estêvão disse ao povo, aos anciãos e aos doutores da lei: 51“Homens de cabeça dura, insensíveis e incircuncisos de coração e ouvido! Vós sempre resististes ao Espírito Santo e como vossos pais agiram, assim fazeis vós! 52A qual dos profetas vossos pais não perseguiram? Eles mataram aqueles que anunciavam a vinda do Justo, do qual, agora, vós vos tornastes traidores e assassinos. 53Vós recebestes a Lei, por meio de anjos, e não a observastes!”

54Ao ouvir essas palavras, eles ficaram enfurecidos e rangeram os dentes contra Estêvão. 55Estêvão, cheio do Espírito Santo, olhou para a céu e viu a glória de Deus e Jesus, de pé, à direita de Deus. 56E disse: “Estou vendo o céu aberto, e o Filho do Homem, de pé, à direita de Deus”.

57Mas eles, dando grandes gritos e, tapando os ouvidos, avançaram todos juntos contra Estêvão; 58arrastaram-no para fora da cidade e começaram a apedrejá-lo. As testemunhas deixaram suas vestes aos pés de um jovem, chamado Saulo. 59Enquanto o apedrejavam, Estêvão clamou dizendo: “Senhor Jesus, acolhe o meu espírito”. 60Dobrando os joelhos, gritou com voz forte: “Senhor, não os condenes por este pecado”. E, ao dizer isto, morreu. 8,1aSaulo era um dos que aprovavam a execução de Estêvão.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Pedido de Medalha Milagrosa

Salmo Responsorial (Sl 30)

— Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito.

— Sede uma rocha protetora para mim, um abrigo bem seguro que me salve! Sim, sois vós a minha rocha e fortaleza; por vossa honra orientai-me e conduzi-me!

— Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito, porque vós me salvareis, ó Deus fiel! Quanto a mim, é ao Senhor que me confio, vosso amor me faz saltar de alegria.

— Mostrai serena a vossa face ao vosso servo e salvai-me pela vossa compaixão! Na proteção de vossa face os defendeis bem longe das intrigas dos mortais.

Evangelho (Jo 6,30-35)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, a multidão perguntou a Jesus: 30“Que sinal realizas, para que possamos ver e crer em ti? Que obras fazes? 31Nossos pais comeram o maná no deserto, como está na Escritura: ‘Pão do céu deu-lhes a comer’”.

32Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade vos digo, não foi Moisés quem vos deu o pão que veio do céu. É meu Pai que vos dá o verdadeiro pão do céu. 33Pois o pão de Deus é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo”.

34Então pediram: “Senhor, dá-nos sempre desse pão”. 35Jesus lhes disse: “Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim nunca mais terá sede”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Pedido de Medalha Milagrosa

Quem medita a Liturgia Diária recebe uma mensagem de amor de Deus

Não são poucos os testemunhos que lemos, entre os diversos livros que a Bíblia nos apresenta, que nos revelam o Amor e a Misericórdia de forma tão concreta.

1 – A história dos patriarcas e os grandes favores que os mesmos receberam como recompensa de sua fidelidade (Abraão, Jacó, Moisés);

2 – O amor aos pobres e favor aos mais necessitados (IRs 17, 7-9);

3 – Um Deus que vê o sofrimento do seu povo e desce para socorrê-lo, não poupando seu poder (Ex 3,7-8);

3 – Um Rei que desce de seu trono para morrer em favor dos não merecedores, que somos nós (Filp 2, 1s).

Quantas provas de amor encontramos na Palavra de Deus, que estão ali para nos falar de uma realidade que é disponível e pode ser manifestada em nossa vida cotidianamente, se tornando assim fonte de ânimo e esperança, tão necessários em nosso caminho.

A Liturgia Diária nos torna família de Deus

No Evangelho de Lucas, no capítulo 8 dos versículos 19 ao 21, vemos o relato em que Jesus afirma que aqueles que vivem e praticam a sua palavra são verdadeiramente sua família.

Desejamos a intimidade, ou seja, o diálogo, a vivência com Deus e seus frutos, mas isso só é possível se nos comprometemos em uma escuta constante e, por consequência, uma vivência concreta de sua palavra.

Somente meditando diariamente, somos instruídos sobre como devemos nos comportar, desde as coisas mais simples até as mais complexas no nosso dia e assim nos tornamos íntimos de Sua vontade. Passo a conhecê-lo e o conhecendo adiro a Sua vontade e sua forma de viver, tornando-me como “os dele”, ou seja, aqueles que são como ele é.

Siga-nos

Primeiramente, convido você a acompanhar nossas ações de evangelização e caridade pelo Facebook, ou se preferir também pelo Instagram.

Também gostaríamos de avisar você que temos um canal no Youtube com conteúdo católico.

E finalmente, se estiver ao seu alcance ajude-nos também a manter nossas campanhas. Clique no botão abaixo e faça uma doação