Medalha Milagrosa

China: Bispo católico libertado mas «proibido de exercer ministério episcopal»

Lisboa, 12 dez 2014 (Ecclesia) – A Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) revela que o bispo de Yujiang foi libertado da prisão mas permanece “sob vigilância da polícia”, está “proibido de exercer o ministério episcopal” e de abandonar a província chinesa de Jiangxi.

“Até ao momento desconhece-se se a decisão de libertação do bispo foi tomada por Pequim ou pelas autoridades provinciais de Jiangxi”, explica o organismo dependente da Santa Sé..

Numa notícia publicada no seu sítio online, a Fundação recorda que D. John Peng Weizhao, “fiel a Roma”, foi preso a 30 de maio, “cerca de um mês” depois da sua nomeação pelo Vaticano.

O atual prelado de Yujiang exercia o cargo de administrador apostólico desde 2012, tendo substituído no cargo D. Thomas Zeng Jingmu, “por causa da sua idade avançada”.

A AIS recorda ainda que estão presos “diversos bispos e sacerdotes”, que pertencem à chamada “igreja clandestina”, fiel a Roma, e destaca três casos:

D. Thaddeus Ma Daqin, bispo oficial de Xangai, em prisão domiciliária desde há dois anos; o monsenhor James Su Zhimin, bispo de Baoding, preso desde 1997, e o bispo de Yixian, D. Shi Enxiang, detido em 2001.

AIS/CB/JCP 

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.