Medalha Milagrosa

Papa celebrará matrimônio de 20 casais da Diocese de Roma

Cidade do Vaticano, 04 set 2014 – Dirigindo-se aos recém-casados que acompanhavam a audiência geral de quarta-feira 03, na Praça São Pedro, o Papa Francisco os felicitou dizendo que são corajosos, porque “é preciso ter coragem para se casar hoje em dia”. “Esforcem-se para manter um contato vivo com Deus e para que o amor de vocês seja sempre mais verdadeiro e duradouro”, completou.

Como anunciado no calendário de suas atividades, na manhã de domingo, 14, durante a missa na Festividade da Exaltação da Santa Cruz, o Pontífice vai celebrar o casamento de 20 noivos da Diocese de Roma.

Será a primeira vez que o Papa Bergoglio celebrará matrimônios como Pontífice. Até hoje, apenas João Paulo II havia celebrado casamentos em público, por ocasião do primeiro Encontro Mundial das Famílias, organizado no Vaticano em outubro de 1994.

Em junho passado, na Casa Santa Marta, o Papa presidiu uma missa para casais que comemoravam núpcias, e na homilia, recordou as três pilastras indissolúveis de um autêntico matrimônio cristão: fidelidade, perseverança e fecundidade. Na ocasião, repreendeu também os casais cristãos “que não querem crianças” em nome da cultura do bem-estar, preferindo dar seu amor “a gatos ou cachorrinhos, partir para a descoberta do mundo, ou ainda, comprar uma mansão no campo”.

Em um encontro com um grupo de namorados e noivos, na Praça São Pedro, o Papa sugeriu a sua receita para que uma união não fracasse. “É simples: uma dose abundante de paciência, constância em ser gentil com o próprio cônjuge e usar algumas palavras ‘mágicas’ para a convivência: licença, obrigado, desculpa, por favor”. Para Francisco, não é importante apenas a duração do casamento, mas a sua qualidade: “Estar juntos e saber amar-se para sempre é o maior desafio dos casais cristãos”, disse.

Três semanas após o casamento ‘coletivo’ na Basílica de São Pedro, terá início o Sínodo dos Bispos sobre a Família, cujo título será: “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”. A 3ª Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo será no Vaticano, de 5 a 19 de outubro.

Na Assembleia, serão reunidas as propostas recebidas de dioceses, comunidades, paróquias, associações e movimentos de todo o mundo, enquanto em 2015, haverá uma nova Assembleia do Sínodo, de caráter deliberativo, que definirá as linhas de ação pastoral. (CM)

Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.