Medalha Milagrosa

Jovens bolivianos manifestam maior religiosidade que os adultos segundo pesquisa

La Paz - Bolívia (Terça-feira, 22-04-2014, Gaudium Press) Uma pesquisa realizada nas principais cidades da Bolívia incluiu várias perguntas sobre as práticas religiosas e apresentou um resultado pouco esperado que chamou a atenção dos meios de comunicação: os jovens com idades entre 18 a 25 afirmam ser mais religiosos do que os adultos. Suas respostas a várias das perguntas se assemelham a de faixa etária de 41 a 65 anos e se distanciam de uma menor prática religiosa no segundo grupo, de 26 a 40 anos. A religião mais praticada em todas as faixas etárias é a Católica.

Foto: Gaudium Press

A medição foi realizada pela empresa Captura Consulting e analisa as respostas oferecidas por 800 famílias das cidades de La Paz, El Alto, Cochabamba e Santa Cruz. O questionário, divulgado pelo informativo La Razón, levou em conta aspectos como a afiliação religiosa, o grau de prática que a pessoa acredita ter, a participação em serviços religiosos e a devoção aos Santos, com uma curiosa diferença entre diversas devoções características da cultura boliviana.

O resultado mais chamativo, relacionado com a prática religiosa dos jovens (18 a 25 anos), indica que 71% deles professa a religião católica, em comparação a 69% dos adultos de 26 a 40 anos de idade. Essa faixa etária também manifestou em menor medida não pertencer a nenhuma religião (4%), em comparação com os adultos (6%). De forma também pouco esperada, foram os homens (74%), que expressaram em maior medida sua adesão ao catolicismo diante da resposta das mulheres (67%).

A maior prática juvenil da religião não é apenas referida em termos de quantidade, mas de intensidade. Ao perguntar aos entrevistados "Quão religioso você se considera", novamente os jovens surpreenderam: 10% afirmou ser "muito religioso" (em igual proporção para homens e mulheres), em comparação ao 7% e 8% dos outros grupos etários. As outras opções foram mais homogêneas entre os grupos, sendo a opção maioritária a definição "pouco religioso", com 31% das respostas. E 32% do total indicado afirmou assistir regularmente aos serviços religiosos (uma ou mais vezes por semana).

Novamente os homens surpreenderam ao expressar mais a devoção aos Santos do que as mulheres (28% contra 21%) e uma lista de 22 Santos e invocações do país permitiu estabelecer as devoções mais praticadas. A Santíssima Virgem foi sem dúvida a mais venerada, sob a invocação Virgem de Copacabana (20% e maior resultado da lista) Virgin Urkupiña (11% e em segundo lugar partilhado com o Apóstolo São Tiago) e as invocações de Nossa Senhora de Guadalupe (6%) e a Virgem de Cotoca (6%). (GPE/EPC)

Gaudium Press 

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.