Medalha Milagrosa

Fiéis participam da procissão do Domingo de Ramos e relembram a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém

Foto: André Machado
Foto: André Machado

No próximo domingo, dia 13 de abril, a Igreja inicia as celebrações da Semana Santa, com a Procissão de Ramos. Na Arquidiocese de Salvador, além das programações próprias de cada paróquia, os fiéis se concentrarão no Campo Grande, às 7h. Após a bênção dos ramos, por volta das 8h, os católicos seguirão rumo à Praça Municipal onde será celebrada uma Missa pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, scj. No percurso, os participantes relembram a entrada triunfal de Jesus na cidade de Jerusalém.

Ao todo, três trios animarão a procissão. A presença da juventude na atividade é marcante, pois na entrada de Cristo em Jerusalém, os jovens eram maioria. Além disso, neste dia, o Papa Francisco realiza o Dia Mundial da Juventude que tem ressonância em todo o mundo e também em Salvador. É uma espécie de renovação do compromisso da juventude com a fé e a evangelização.

“Estamos convocando os jovens que participaram da Jornada Mundial da Juventude [JMJ], no Rio de Janeiro, e aqueles que trabalharam para que a Semana Missionária acontecesse na capital baiana, para que participem da Procissão de Ramos, vistam a camisa da JMJ e tomem a avenida”, afirma o coordenador de eventos na Arquidiocese, padre Valter Ruy Cordeiro.

Até o Domingo de Páscoa, 20 de abril, uma série de celebrações renova nos fiéis a essência da fé católica: a ressurreição. Dom Murilo preside as missas da Semana Santa na Catedral Basílica, no Terreiro de Jesus. Mas, durante todo este período acontecerão as mesmas celebrações em todas as paróquias da Arquidiocese, presididas pelos padres que animam a vida eclesial nelas. Os horários variam de acordo com a realidade de cada paróquia. Clique aqui e confira a programação da Catedral!

Domingo de Ramos - O Domingo de Ramos marca o fim da Quaresma – período em que a Igreja recorda os quarenta dias que Jesus ficou no deserto, antes de começar a vida pública; os quarenta dias do dilúvio; os quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto e os quarenta dias de Moisés e de Elias na montanha.

Arquidiocese de Salvador 

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.