Medalha Milagrosa

Sínodo: Vaticano destaca taxa «altíssima» de respostas a questionário sobre a família

Cidade do Vaticano, 26 fev 2014 (Ecclesia) – O Vaticano revelou hoje que recebeu uma taxa “altíssima” de respostas, por parte das Conferências Episcopais de todo o mundo, ao questionário preparatório da próxima assembleia sinodal extraordinária sobre a família, marcada para outubro.

O tema esteve em destaque durante a última reunião do Conselho Ordinário do Sínodo dos Bispos, que decorreu entre segunda e terça-feira, com a presença do Papa.

“A taxa de respostas [das conferências episcopais] foi altíssima. Somaram-se depois observações de indivíduos e grupos de todas as partes do mundo”, revela uma nota divulgada pela sala de imprensa da Santa Sé.

Os participantes no encontro elogiaram a síntese das respostas que chegaram ao Vaticano, destacando a “urgência de anunciar com novo dinamismo e novas formas o evangelho da família, tanto a respeito dos desafios e dificuldades ligadas à vida familiar como sobre as suas eventuais crises”.

O Papa Francisco quis presidir aos trabalhos na tarde de segunda-feira para “evidenciar assim a importância que atribui à estrutura do Sínodo como expressão da colegialidade episcopal e ao tema de que se ocuparão a próxima assembleia extraordinária, em 2014, e a assembleia ordinária de 2015”, adianta o Vaticano.

O secretário-geral do Sínodo dos Bispos disse ao jornal do Vaticano, ‘L’Osservatore Romano’, que as respostas ao questionário enviado aos católicos de todo o mundo mostraram “muito sofrimento” de quem se sente fora da Igreja.

“As respostas apresentam muito sofrimento, sobretudo da parte dos que sentem excluídos ou abandonados pela Igreja por se encontrarem num estado de vida que não corresponde à sua doutrina e à sua disciplina”, declarou o cardeal Lorenzo Baldisseri.

O texto preparatório para o próximo Sínodo, que de 5 a 19 de outubro vai analisar o tema ‘Os desafios pastorais sobre a família no contexto da evangelização’, foi acompanhado por um questionário com 38 perguntas para promover uma consulta alargada às comunidades católicas sobre as principais questões ligadas à família e ao casamento.

Após a reunião do Conselho Ordinário do Sínodo vai ter início a redação do esboço para o instrumento de trabalho ('instrumentum laboris') para a assembleia sinodal extraordinária.

Os participantes destacaram a “unidade” das duas etapas de reflexão sinodal sobre a família, pelo que só após a assembleia de 2015 serão apresentadas propostas ao Papa, a partir das quais poderá redigir uma exortação apostólica.

O tema da família esteve em debate entre quinta e sexta-feira no consistório extraordinário convocado por Francisco, com a presença de cerca de 150 prelados e intervenções de 69 cardeais.

“Hoje, a família é desprezada, é maltratada, pelo que nos é pedido para reconhecermos como é belo, verdadeiro e bom formar uma família, ser família hoje; reconhecermos como isso é indispensável para a vida do mundo, para o futuro da humanidade”, declarou, na abertura dos trabalhos.

Segundo o Papa, a Igreja deve delinear uma "pastoral inteligente, corajosa e cheia de amor". OC

Agência Ecclesia 

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.