Medalha Milagrosa

Oração do Angelus na Praça São Pedro: rezem por mim e pelos novos Cardeais

Cidade do Vaticano, 23 fev 2014 (RV) - Após a solene concelebração da Santa Missa com os novos Cardeais e com os membros do Colégio Cardinalício, na Basílica de São Pedro, o Papa Francisco se dirigiu ao último andar do Palácio Apostólico, de onde assomou à janela, que dá para a Praça São Pedro, para rezar a oração do Angelus, com os numerosos peregrinos e fiéis.

Em sua alocução mariana, o Santo Padre retomou a passagem da liturgia de hoje, onde o apóstolo Paulo se defronta com as divisões da comunidade de Corinto e explica que este modo de pensar e agir é errado, porque toda a comunidade de fiéis não pertence aos Apóstolos, mas são eles que pertencem a ela e, por sua vez, toda a comunidade pertence a Deus.

De tais comunidades, explicou o Papa, derivam as comunidades cristãs de hoje: dioceses, paróquias, associações, movimentos eclesiais. Todas elas, pelo Batismo, têm a mesma dignidade de filhos de Deus.

Todos aqueles que receberam um ministério para ser guia, fazer pregação, administrar os Sacramentos não devem achar que são donos de poderes especiais, mas devem se colocar a serviço da comunidade, ajudando-a a percorrer, com alegria, o caminho da santidade.

A Igreja, disse ainda o Papa, confia o testemunho deste estilo de vida pastoral aos novos Cardeais. O Consistório e a celebração Eucarística nos oferecem uma ocasião preciosa para experimentar a catolicidade, a universalidade da Igreja, bem representada pelas várias proveniências dos membros do Colégio Cardinalício, reunidos em íntima comunhão com o Sucessor de Pedro. Que o Senhor nos dê a graça de trabalhar e de construir a unidade da Igreja. E o Santo Padre concluiu:

“Os momentos litúrgicos e festivos, que tivemos a oportunidade de viver nestes dias, reforcem em todos nós a fé, o amor a Cristo e à sua Igreja. Por isso, convido-lhes a sustentarem e assistirem estes Pastores com a oração, a fim de que eles possam guiar, sempre, com zelo, o povo a eles confiado, para que sejam bons servidores e não bons patrões”.

Todos juntos, disse por fim o Papa aos fiéis reunidos na Praça São Pedro, devemos dar testemunho de uma Igreja fiel a Cristo, animada pelo desejo de servir aos irmãos e pronta a ir ao encontro, com coragem profética, às expectativas e exigências espirituais dos homens e mulheres do nosso tempo. Que Nossa Senhora nos acompanhe neste caminho!

Enfim, o Santo Padre cumprimentou e agradeceu a todos, inclusive as delegações oficiais, que vieram a Roma para acompanhar a cerimônia do Consistório, para a criação dos seus respectivos Cardeais. E a todos concedeu sua bênção apostólica e desejou bom domingo e bom apetite! (MT)

Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.