Medalha Milagrosa

Enviado do Papa em Lampedusa para verificar situação dos sobreviventes ao naufrágio

Lampedusa2.jpg
 photo credit: lucasiragusa via photopin cc

Lampedusa, 07 out 2013 (RV) – Nas águas em torno da ilha de Lampedusa, continua a tentativa recuperação dos corpos das vítimas do naufrágio de quinta-feira passada. O número de mortos chegou a 194.

Enquanto o governo italiano enfrenta o tema da lei sobre a imigração, o Papa Francisco enviou à ilha seu Elemosineiro, Dom Konrad Krajewski.

O Arcebispo, que abençoou os corpos, foi encarregado de expressar a solidariedade de Francisco e identificar as necessidades humanitárias mais urgentes. Nesse sentido, as autoridades declaram-se preocupadas com o centro onde se realiza o primeiro acolhimento. Com um total de 250 lugares, atualmente estão alojadas mais de 950 pessoas. A organização Save the Children fez um apelo para que pelo menos os menores sejam transferidos.

A ministra italiana para a Integração, Cécile Kyenge, denunciou as “condições vergonhosas” na ilha, e anunciou que ainda esta semana será discutida a revisão da lei Bossi-Fini sobre a imigração.

Nos próximos dias, chegará a Lampedusa o Presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, para verificar pessoalmente a situação e analisar o que não tem funcionado nas políticas migratórias europeias. De fato, nas fronteiras da comunidade, desde 1998 já perderam a vida 19 mil pessoas. (BF)

Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.