Medalha Milagrosa

"Universitários para evangelizar universitários", propôs dom Tarcísio Scaramussa no Encontro de Paróquias Universitárias

O texto de estudo 104 da CNBB, “Comunidade de comunidades: uma nova paróquia”, motivou as reflexões do 1º Encontro Nacional de Paróquias Universitárias, realizado entre os dias 27 e 29 de setembro, em Goiânia. Os desafios da evangelização no espaço universitário e na cidade foram partilhados pelos representantes das dioceses que possuem paróquias universitárias. O evento foi promovido pelo Setor Universidades da CNBB.

Diante dos objetivos da evangelização nas universidades, o bispo referencial do Setor Universidades, dom Tarcísio Scaramussa, ressaltou a importância da formação dos agentes de pastoral. "O aspecto principal é a presença da Igreja no espaço universitário, não somente por meio de uma paróquia, mas também por meio de grupos e das pessoas", afirmou.

Com base no estudo 104, dom Tarcísio falou da necessidade do investimento no protagonismo do leigo, considerando a dificuldade atual do clero em atender as necessidades das comunidades. A formação de universitários para evangelizar outros universitários foi considerada pelo bispo como um fator importante para o fortalecimento desta Ação Evangelizadora. "A conversão da paróquia em comunidade de comunidades supõe o empenho e a participação dos leigos", lembrou o bispo.

O assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé, padre Antonio Luiz Catelan, abordou a Paróquia como a família de Deus em comunidade, destacando a identidade das paróquias universitárias. "A paróquia se encarrega da integralidade da experiência da fé, desde o primeiro anúncio à celebração dos sacramentos e criação de pastorais para atender as necessidades das comunidades. A expectativa de ser povo de Deus é ser comunidade”, refletiu padre Catelan.

"Os desafios são muitos e faltam recursos, mas precisamos mostrar e dar testemunho de fé da importância da Pastoral Universitária. É preciso buscar diálogo institucional,  os católicos ali interessados e promover o encontro deles para que a Pastoral se desenvolva a partir do próprio meio acadêmico, desde os universitários, professores aos técnicos administrativos e dirigentes", afirmu  a assessora do Setor Universidades da CNBB, irmã Maria Eugenia Lloris.

CNBB

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.