Medalha Milagrosa

Primeira diocese das Américas celebra 500 anos

A Diocese de Santa Maria de la Antigua, no Panamá, país da América Central, celebra nesta segunda-feira (9) os seus 500 anos de evangelização. A diocese foi a primeira a ser criada no continente americano, em 1513, pelo então Papa Leão X.

Foto: A12

Para celebrar o meio milênio da primeira diocese das Américas, atividades são organizadas desde o ano passado. Na última sexta-feira (6), foi iniciado um tríduo comemorativo com diversas homenagens à padroeira do Panamá.
 
"Rumo aos 500 anos caminhando na esperança" foi o lema que a Arquidiocese do Panamá escolheu para celebrar a ocasião.

O arcebispo do Panamá e presidente da Conferência Episcopal do Panamá, Dom José Domingo Ulloa Mendieta, presidiu uma missa na tarde de ontem (8). Estiveram presentes diversos bispos das dioceses panamenhas e o Núncio Apostólico no Panamá, Monsenhor Andrés Carrascosa.

Em sua homilia, Dom José Domingo recordou os diversos sacerdotes e religiosos que colaboraram para difundir a fé e a devoção da Virgem de La Antigua (Nossa Senhora da Antiga) no país.
Dom José Domingo falou ainda sobre as diversas realidades da Igreja panamenha, entre elas os desafios que estão à frente da evangelização.

“A Igreja do Panamá, depois de 500 anos, segue escutando a Palavra de Deus, celebrando os sacramentos, praticando a caridade. Também é consciente que devemos sair para a periferia, como nos animaram o Documento de Aparecida, a Missão Permanente e, mais recentemente, o Papa Francisco. Aqui estamos chamados a ser discípulos e missionários de Jesus Cristo, como quer a Igreja Latino-americana e Caribenha, impulsionando uma missão continental que chegue à família, às pessoas, à vida, a todos os povos e culturas. Assumimos este desafio com valentia porque como enfatizou o Papa Francisco: 'Prefiro uma Igreja acidentada, do que doente por fechar-se'”.

Dom José Domingos | Foto: Conferência Episcopal do Panamá

Nesta segunda-feira (9), dia da proclamação oficial de Santa Maria La Antigua e do jubileu da diocese, será celebrada uma missa com coroação da imagem, na Catedral do Panamá às 10h30, horário local, e 12h30, no Brasil. Atualmente, a arquidiocese conta com 94 paróquias e cerca de 500 comunidades espalhadas em seu território.  

"Rumo aos 500 anos caminhando na esperança" foi o lema que a Arquidiocese do Panamá escolheu para celebrar os cinco séculos de evangelização. Atualmente, a arquidiocese conta com 94 paróquias e cerca de 500 comunidades espalhadas em seu território. 
 
A história da padroeira

Contar a história da primeira diocese do continente americano é contar a história da veneração da Virgem de La Antigua pelos panamenhos.

Virgen de La Antigua | Foto: Conferência Episcopal do Panamá

Em homenagem à imagem da bem-aventurada Virgem Maria que se encontrava em uma capela lateral da Catedral de Sevilha, na Espanha, chamada Santa Maria de la Antigua, Enciso e Balboa fundaram em 1510 a cidade de Santa Maria de la Antigua del Darién, cumprindo uma promessa feita à Virgem venerada na Espanha.

A diocese foi estabelecida primeiramente na cidade que carrega o nome da padroeira em 1513, mas anos depois, em 1524, o segundo bispo, frei Vicente Peraza, mudou a sede da diocese para a recém-fundada Cidade do Panamá, onde permanece até os dias atuais.

A cidade de Santa Maria de la Antigua foi assaltada e queimada pelos indígenas e hoje existem apenas ruínas do local onde foi fundada a primeira diocese do continente americano.

Fonte: Elisangela Cavalheiro - A12 Notícias

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.