Medalha Milagrosa

Japão: Cardeal lembrou vítimas do bombardeamento atómico em Nagasaki

Bomba atomica.jpgNagasaki, Japão, 09 ago 2013 (Ecclesia) - O presidente do Conselho Pontifício Justiça e Paz (Santa Sé) presidiu hoje em Nagasaki a uma missa pela paz, no 68.º aniversário do bombardeamento atómico norte-americano sobre a localidade japonesa.

O cardeal Peter Turkson, acompanhado por vários bispos nipónicos, sublinhou que a paz é um dom de Deus à humanidade e que esta deve “trabalhar afincadamente” para a conseguir.

Nesse sentido, convidou os presentes a procurar “incessantemente a paz na oração” e a trabalhar por ela, “seguindo Cristo”.

Esta quinta-feira, o representante do Vaticano participou numa cerimónia inter-religiosa organizada no ‘Ground-Zero Park’ da cidade e rezou uma oração por todas as vítimas e por todos aqueles que sofrem ainda as consequências da radioatividade.

"A paz é inclusiva e indivisível. Não pode haver uma parte da população que vive em paz e outra que sofre por causa da exclusão, injustiça, violência e privações”, disse.

O cardeal esteve no Japão desde segunda-feira, participando na iniciativa ‘Dez dias pela paz’, promovida pela Conferência Episcopal Japonesa, em memória das vítimas de Hiroshima e Nagasaki.

Nos dias 6 e 9 de agosto de 1945, as duas cidades japonesas foram devastadas em segundos por bombas atómicas dos EUA, que mataram mais de 100 mil pessoas em Hiroshima e cerca de 70 mil em Nagasaki.

OC - Agência Ecclesia

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.