Medalha Milagrosa

Iniciativa do Regional Sul II reúne milhares de assinaturas em Defesa da Vida

A Pastoral Familiar do Regional Sul 2 (Paraná), por meio da Comissão de promoção e Defesa da Vida e inspirada pela arquidiocese de Londrina (PR), lançou uma campanha para coleta de assinaturas denominada “Abaixo-assinado em Defesa da Vida – Da concepção à Morte Natural”. A campanha transcorreu entre os três últimos meses de 2012, e em janeiro, fevereiro e março de 2013. Foram coletadas 44.000 assinaturas de diversos municípios do Paraná, que foram entregues em Brasília (DF).

O ponto de partida da iniciativa foi durante a realização do seu Congresso Regional Sul 2. Na pauta da campanha, há várias reivindicações. Entre elas, está a revogação da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que autorizou o aborto de fetos anencéfalos, além da revogação dos dispositivos legais, que constam no Código Penal, que isentam de pena o crime de aborto nos casos de estupro e risco de vida da mãe.

A iniciativa também visa impedir propostas que aumentam as possibilidades de aborto sem que sejam considerados crimes, que reduzem as penas para o crime de infanticídio e deixam de incriminar a eutanásia nas hipóteses previstas. A apresentação e aprovação de emenda à Constituição Federal inserindo em seu texto o direito à vida desde a concepção.

O assessor da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da CNBB, padre Rafael Fornasier, elogia a iniciativa do Regional. “Ter uma Comissão de Promoção e Defesa da Vida, no regional, é um exemplo e um convite para que os outros regionais, também criem a sua comissão”, disse.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Assembleia Geral, decidiu que a Comissão Episcopal pastoral para a Vida e a Família deveria elaborar uma proposta para responder aos desafios quanto ao respeito, promoção e defesa da vida. Focados nestes objetivos, a Pastoral Familiar do Regional Sul II, por meio da Comissão de promoção e Defesa da Vida e Inspirada na iniciativa da Arquidiocese de Londrina, impulsionou essa importante campanha.

Padre Rafael também explica que a campanha é importante, também, em função da forma como questões relacionadas à promoção e defesa da vida são tratadas na mídia. “A iniciativa da coleta de assinaturas para a aprovação do Estatuto do Nascituro, agora, neste momento, é de suma importância, haja vista que há uma campanha contrária, com dados falaciosos e infundados”, alegou.

Para o assessor é importante que outros regionais da CNBB também promovam campanhas em prol da vida.  “Essa coleta de assinaturas, é hoje, para nós, importantíssima. Esperamos que todos os regionais da CNBB, por meio das comissões de defesa da vida, assumam iniciativas como esta”, afirmou.

Fonte e foto: CNBB

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.