Medalha Milagrosa

Bento XVI: ''Encontro com Cristo, caminho para conversão, comunhão e solidariedade na América''

Cidade do Vaticano, 10 dez (RV) - Bento XVI saudou os participantes do Congresso Internacional Ecclesia in America, no final da celebração eucarística de abertura desse evento, na Basílica de São Pedro, presidida pelo Presidente da Pontifícia Comissão para a América Latina, Cardeal Marc Ouellet.

"O meu venerado predecessor, o Beato João Paulo II, teve a intuição profética de incrementar as relações de cooperação entre as Igrejas das Américas do Norte, Central e do Sul, e despertar uma maior solidariedade entre suas nações. Hoje, esses propósitos merecem ser retomados para que a mensagem redentora de Cristo seja colocada em prática com maior afinco e produza abundantes frutos de santidade e renovação eclesial" – frisou o Papa.

"O tema que norteou as reflexões daquela assembleia sinodal pode servir também de inspiração para os trabalhos desses dias: O encontro com Jesus Cristo vivo, caminho para a conversão, comunhão e solidariedade na América. Com efeito, o amor ao Senhor Jesus e a potência de sua graça irão se enraizar cada vez mais intensamente no coração das pessoas, famílias e comunidades cristãs de suas nações para que nelas se avance com dinamismo pelos caminhos da concórdia e do justo progresso" – disse ainda Bento XVI.

O Papa frisou que é um presente de Deus a realização desse congresso logo após o início do Ano da Fé e depois do Sínodo dos Bispos sobre a Nova Evangelização.

A Exortação Apostólica Ecclesia in America do Beato João Paulo II apontava desafios e dificuldades que são ainda atuais. "Com efeito, o secularismo e diferentes grupos religiosos se expandem por todos os lados, dando lugar a numerosas problemáticas" – destacou o pontífice.

O Santo Padre sublinhou que "a educação e promoção de uma cultura pela vida é uma urgência fundamental ante a difusão de uma mentalidade que atenta contra a dignidade da pessoa e não favorece e nem tutela a instituição matrimonial e familiar".

"Como não se preocupar com as dolorosas situações de emigração, desarraigamento ou violência, especialmente aquelas causadas pela delinqüência organizada, narcotráfico, corrupção ou comércio de armamentos? Que dizer das lastimáveis desigualdades e das bolsas de pobreza provocadas pelas questionáveis medidas econômicas, políticas e sociais?" – perguntou o Papa.

"Todas essas importantes questões precisam de um esmerado estudo. A Igreja Católica tem a convicção de que a luz para uma solução adequada só pode vir do encontro com Jesus Cristo vivo que suscita atitudes e comportamentos cimentados no amor e na verdade. Esta é a força decisiva para a transformação do Continente americano" – concluiu Bento XVI que confiou o congresso a Nossa Senhora de Guadalupe, Padroeira da América.

(MJ/CAS) - Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.