Medalha Milagrosa

Ordenado o novo bispo de Marabá

No dia 30 de novembro aconteceu no Santuário de Caravaggio, em Farroupilha (RS), a Ordenação Episcopal do monsenhor Vital Corbellini. Aproximadamente 25 bispos estiveram presentes, quase uma centena de padres, religiosos, e uma grande multidão. Os bispos ordenantes foram: dom Alessandro Ruffinoni, bispo de Caxias do Sul (RS), dom Alberto Taveira Corrêa, arcebispo de Belém (PA) e dom Bruno Pedron, bispo de Ji-Paraná (RO). A cerimônia contou com a presença de familiares do monsenhor Vital.

Dom Alessandro ressaltou a importância de o bispo viver a humildade, a sinceridade, o amor a Deus e ao próximo. “O bispo deve seguir Cristo Jesus para ser um bom pastor de almas”, lembrou. No final da cerimônia, vários bispos pediram a palavra e falaram da importância da Ordenação Episcopal e a nova missão que dom Vital terá pela frente na diocese de Marabá (PA).

Em nome da Pastoral Presbiteral da diocese de Caxias do Sul, padre Décio Podenski, falou da alegria de um sacerdote ser bispo em uma região missionária.

Após todo o processo de ordenação, dom Vital falou sobre o seguimento a Jesus Cristo “porque o bispo não pode se preservar, mas dar algo de si mesmo para engrandecer o Reino de Deus. Ele foi o homem para os outros para concretizar dessa forma o plano do Pai sob a inspiração do Espírito Santo. Esse é o meu lema episcopal. Eu quero colocar toda a missão na Trindade para que a vida que eu levar seja uma continua realização de sua vontade. Nós desejamos que o bispo seja acolhedor do povo, dos sacerdotes, dos religiosos e das religiosas, dos seminaristas, dos pobres, dos necessitados”, frisou o novo bispo.

CNBB

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.