Medalha Milagrosa

Europa: Papa quer Igreja empenhada no combate à «ignorância religiosa»

Cidade do Vaticano, 30 nov (Ecclesia) – Bento XVI alertou hoje no Vaticano para a “ignorância religiosa prática”, que apresentou como um dos maiores problemas da Igreja Católica e da sociedade.

“Trata-se, na realidade, de uma dupla ignorância: um desconhecimento da pessoa de Jesus Cristo e uma ignorância da sublimidade dos seus ensinamentos, do seu valor universal e permanente na busca do sentido da vida e da felicidade”, disse o Papa a um grupo de bispos franceses, no final da sua visita quinquenal à Santa Sé.

Para Bento XVI, esta situação faz com que as novas gerações sejam incapazes de “compreender a história” e partilhar esta tradição que “moldou a vida, a sociedade, a arte e a cultura europeias”.

O Papa recordou aos 37 bispos presentes que a França tem um passado marcado por “uma grande experiência humana e uma imensa riqueza espiritual” de vários santos cristãos que é preciso preservar.

A diminuição das vocações e ordenações sacerdotais foi também abordada por Bento XVI, para quem “ninguém pode ficar indiferente” face a esta quebra.

“É urgente mobilizar todas as energias disponíveis a fim de que os jovens possam ouvir a voz do Senhor”, indicou.

Apresentando a nova evangelização como “uma urgência”, o Papa declarou que esta só será eficaz se “comprometer profundamente as comunidades e as paróquias” no seu todo.

“A nova evangelização passa pelas escolas e pela obra multiforme da educação católica que sustenta numerosas iniciativas e movimentos, aos quais a Igreja está muito grata”, referiu ainda.

OC - Agência Ecclesia

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.