Medalha Milagrosa

Síndrome de Down poderia ser tratada durante a gravidez, afirma cientista pró-vida

Madri, 15 out (ACI/EWTN Noticias) - O Diretor do Instituto de Epidemiologia Molecular e do Centro de Medicina Embrionária e Saúde Materna no Chile, Elard Koch, apresentou na Espanha uma investigação que minimizaria as manifestações clínicas da Síndrome de Down e melhoraria a qualidade de vida dos seus portadores.

O anúncio foi feito na Faculdade de Medicina da Universidade CEU San Pablo (Espanha). Segundo uma recente nota de imprensa, a investigação se realiza em duas fases. Na primeira se otimiza um teste de gravidez para detectar a presença do embrião durante os primeiros 10 dias de gestação e, com avançadas técnicas de biologia molecular, localizar a presença da anomalia genética.

“A partir daqui e já na segunda fase, realiza-se um ensaio de uma terapia embrionária entre a segunda e a oitava semana de gestação -semanas mais propensas aos processos que suportam doenças ou má formações congênitas- para reduzir a expressão das principais anomalias que suporta a presença do cromossomo extra” e que resulta na Síndrome de Down.

Koch expôs “que é possível realizar intervenções não invasivas muito cedo durante a gestação”.
“É um tema complexo, fascinante e esperançoso. Nosso grupo está trabalhando intensamente em uma nova formulação experimental que inibe enzimas responsáveis pelas alterações cognitivas e físicas da trissomia do cromossomo 21”, explicou.

O perito disse que “si tudo marcha de acordo ao plano em andamento, finalizaremos os estudos pré-clínicos em aproximadamente dois anos, o que nos deixaria a um passo de iniciar os primeiros ensaios clínicos em seres humanos”.

Elard Koch é conhecido por demonstrar que a mortalidade materna é reduzida através de uma melhoria nos sistemas de saúde e uma maior educação entre as mulheres e não através do aborto, como assinalam as organizações feministas.

A investigação se chama "Nível de educação de mulheres, instalações de saúde materna, legislação sobre o aborto e mortalidade materna: um experimento natural do Chile de 1957 até 2007", e foi publicada no dia 4 de maio deste ano na PLOS ONE, a maior revista científica do mundo.

Acidigital/EWTN

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.