Medalha Milagrosa

Começa o segundo dia do Encontro Brasileiro de Universitários Cristãos

Começou com uma missa as atividades do segundo dia do Encontro Brasileiro de Universitários Cristãos (Ebruc), que acontece em Curitiba (PR). Mais de 500 jovens participam do encontro.

A missa foi presidida pelo bispo de Barra do Piraí/Volta Redonda (RJ) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso, dom Francisco Biasin.

Ontem, 12 de outubro, no encerramento da mesa redonda, o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Educação e Cultura, da CNBB, e bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG), dom Joaquim Giovani Mol Guimarães destacou a missão da Igreja  na Educação e na Cultura e os maiores desafios da ação evangelizadora nesses novos areópagos foi a temática de mesa redonda no primeiro dia do Encontro Brasileiro de Universitários Cristãos (Ebruc).

O presidente da Comissão participou da mesa redonda que foi mediada pelo acadêmico de Teologia, Matheus Cedric Godinho. Também compuseram a mesa o acadêmico de Direto, João Gustavo Henriques de Morais Fonseca, e pela pedagoga Maria Glacia Bastos que apresentaram, a partir das as suas experiências pessoais, a realidade da juventude universitária contemporânea.

Reforçando a importância do diálogo proposto pelo Ebruc, dom Mol respondeu às questões levantadas pelos universitários, falou sobre a importância da prática do ecumenismo e pontuou as dificuldades e as possíveis respostas para vivência cristã no meio universitário. “A sociedade contemporânea é muito complexa e marcada pelo individualismo cultural e esse individualismo ajuda a explicar a dificuldade da ação evangelizadora. As pessoas encontram-se cada vez mais centradas em si mesmas e tem dificuldade de olhar para o outro”, alertou.

Segundo Dom Mol, é preciso responder ao individualismo com conhecimento mais profundo da Palavra de Deus e a partir da vida comunitária. “A Palavra de Deus deve ser contemplada a partir da ciência”, destacou o bispo. “É preciso de que o serviço e a vida plena em Cristo se concretizem a partir da vida em comunidade para que o Reino aconteça”, concluiu.

CNBB

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.