Medalha Milagrosa

Festa para a padroeira do Brasil em Salvador

Salvador, 11 out - A Arquidiocese de Salvador presta homenagens à padroeira do Brasil. A paróquia Nossa Senhora da Conceição Aparecida (rua das Araras, 1210, Imbuí. Telefones: 3371-1205), realiza um novenário até o dia 11 de outubro, com o tema Com Maria, reacendendo a chama da Fé. O dia festivo (12) é marcado por louvores às 5h com a Alvorada e o Ofício de Nossa Senhora. Ao longo do dia, a programação segue com missas às 6h; 9h; 12h e 15h, uma procissão em torno da praça do Canal do Imbuí, às 16h30, e Missa solene, às 18h, presidida pelo Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Salvador, Dom Gilson Andrade da Silva.

A Paróquia Nossa Senhora Aparecida e Santa Catarina de Sena, no bairro de Itinga (Rua B, s/n – Horto Florestal) celebra o novenário em honra à Mãe de Jesus, com o tema Com a Mãe Aparecida acolhemos Jesus a nossa alegria. No dia 12 de outubro, as homenagens iniciam às 5h com uma alvorada, seguida do Ofício Mariano e de uma Missa. Já às 8h, uma carreata da Comunidade São Norberto sai em direção à Matriz, onde há uma Missa com a bênção dos motoristas. Às 16h acontece uma procissão da Terra Plac até a quadra de esportes da Matriz. A Missa de encerramento é presidida pelo Bispo Eleito da Diocese de Petrópolis, Dom Gregório Paixão, OSB, às 18h.

A padroeira do Brasil também recebe homenagens na Capela do 19º Batalhão de Caçadores (19 BC). A alvorada do dia festivo (12) acontece às 6h, seguida do Ofício de Nossa Senhora e de um café da manhã partilhado. Às 8h, há uma Missa, presidida pelo padre Eliomar Gomes da Silva. Já às 16h, os fiéis participam de uma procissão pelas ruas do bairro. Para encerrar os festejos, uma Missa solene é celebrada às 17h, presidida pelo Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Salvador, Dom Giovanni Crippa, IMC. A capela está localizada na Rua Silveira Martins, Cabula. Mais informações pelo site www.aparecida19bc.com ou pelo e-mail [email protected]
 
Devoção a Nossa Senhora Aparecida
 
Proclamada Padroeira do Brasil pelo Papa Pio XI, no dia 16 de julho de 1930, Nossa Senhora Aparecida é celebrada em todo o país. A devoção teve início em 1717, quando três pescadores - Domingos Garcia, João Alves e Felipe Pedroso – foram ao rio Paraíba com a incubência de conseguir determinada quantidade de peixes para o conde de Assumar, que passava por Guaratinguetá para a tomada da posse como governador de São Paulo e das Minas de ouro.

A pescaria estava sem êxito, até que eles encontraram nas redes o corpo e a cabeça de uma imagem da Imaculada Conceição. A partir daí, a pesca foi abundante. A pequena imagem de terracota e de cor negra foi levada para a casa de um deles, onde passou a ser venerada com o título de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, porque foi achada (aparecida) nas águas do rio Paraíba.

As pessoas foram se reunindo, pouco a pouco, ao redor da imagem para rezar e agradecer. Com o aumento do número de fiéis, teve início, em 1846, a construção de uma igreja maior, inaugurada em 1888 e conhecida atualmente como Basílica Velha. Como o aumento de devotos não cessou, em 1955, iniciou-se a construção do santuário, frequentado hoje por romeiros de todo o Brasil.

Victor Gazineu - Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Salvador

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.