Medalha Milagrosa

Condenado a 18 meses de prisão ex-mordomo do Papa

Cidade do Vaticano, 06 out (RV) - O ex-mordomo do Papa, Paolo Gabriele, de 46 anos, foi condenado neste sábado pelo Tribunal do Estado da Cidade do Vaticano a 18 meses de prisão por roubo com agravantes de documentos reservados de Bento XVI.

O Presidente do Tribunal, Giuseppe della Torre, destacou que “Paoletto”, como é conhecido, foi condenado a tres anos de reclusão porém a sentença foi reduzida a 18 meses por causa de atenuantes. O ex-mordomo terá que pagar as despesas do processo.

“A eventualidade de que o Papa conceda a graça a Gabriele é concreta e verossímil. Posso dizer isso sem temer ser desmentido”: foi o que disse o Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Padre Federico Lombardi, acrescentando que o Papa já possui os atos do processo.

Após a sentença de condenação de Paolo Gabriele, o Promotor de justiça vaticano Nicola Picardi “emitiu o procedimento e Gabriele retonrou à prisão dominiciliar, na mesma condição em que se encontrava até o momento”.

A advogada de defesa Cristiana Arru tem agora três dias para anunciar a decisão se irá ou não apresentar recurso.

(SP) - Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.