Medalha Milagrosa

Bento XVI reafirma a dignidade do esporte: O atleta é muito mais do que um simples competidor

Castel Gandolfo, 27 set (RV) – O 32º Congresso Mundial de Medicina do Esporte, em andamento em Roma, foi a oportunidade para Bento XVI reafirmar o valor do esporte. O Papa recebeu os participantes do Congresso em audiência esta quinta-feira, em Castel Gandolfo.

Para o Pontífice, a presença no Congresso de profissionais de 117 países dos cinco continentes demonstra a importância do desporto em todas as culturas, regiões e circunstâncias, por sua capacidade de unir as pessoas com a finalidade comum de competir de modo pacifico. “As recentes Olimpíadas e Paraolimpíadas de Londres são exemplo disso”, afirmou.

O esporte é muito mais que uma simples competição, assim como cada atleta é muito mais do que um simples competidor: eles são dotados de uma capacidade moral e espiritual que deve ser enriquecida e aprofundada pela prática do esporte e da medicina esportiva.

Porém, notou o Papa, às vezes o sucesso, a fama, as medalhas e a busca de dinheiro tornam-se a motivação principal, ou mesmo única, para os envolvidos. Isso acontece quando vencer a todo custo substitui o verdadeiro espírito do esporte, levando a abusos inclusive da medicina moderna.

Os médicos têm consciência dessa tentação, disse Bento XVI, e este é justamente um dos temas deste Congresso.

A dignidade está em primeiro lugar, recordou por fim o Pontífice. “Antes de se alcançar a perfeição física, deve se trabalhar para alcançar a perfeição espiritual e moral. Deste modo, os médicos não serão somente agentes do cuidado do corpo, mas também da regeneração moral, espiritual e cultural.”

(BF) - Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.