Medalha Milagrosa

Hoje os funerais do Cardeal Martini

Milão, 03 set (RV) – Mais de 160 mil pessoas da cidade de Milão e de toda a Itália, prestaram sua homenagem nesse sábado e domingo na Catedral da cidade, ao Cardeal Carlo Maria Martini, que durante 22 anos foi seu arcebispo. Nesta, segunda-feira, a catedral ficou aberta até as 11h30 locais. O número total de pessoas que passaram diante do corpo do purpurado deve chegar a 200 mil. Pessoas simples e autoridades passaram na catedral, crentes e não crentes disseram seu “adeus” a este grande pastor que quis dialogar com todos, que sempre manifestou simpatia e amizade a todos aqueles que o procuravam e que ele visitava.

Na tarde de ontem, domingo, o Arcebispo emérito de Milão, Cardeal Dionigi Tettamazi presidiu às vésperas na catedral e depois, às 20h, o atual Arcebispo, Cardeal Ângelo Scola, rezou o terço com os fiéis e todos os membros do Cabido da Catedral. Ao lado do corpo do Cardeal Martini estiveram presentes a irmã dele, Maris, e um grupo de parentes. Na tarde desta segunda-feira, a missa de corpo presente será celebrada pelo Cardeal Ângelo Scola.

O enviado do Papa, Cardeal Ângelo Comastri irá ler uma mensagem de Bento XVI. Para esta última cerimônia religiosa estão sendo esperadas cerca de 50 mil pessoas. Por isso estão sendo montados grandes telões seja na praça da Catedral seja nas ruas próximas que serão fechadas para o trânsito. Estarão presentes na catedral, no solene funeral, o Primeiro-ministro italiano, Mário Monti, vários ministros, políticos de todos os Partidos, o presidente da Região da Lombardia, o prefeito de Milão, representantes dos Evangélicos, Judeus e Muçulmanos, pessoas que o Cardeal Martini estimava como amigos e como irmãos, além de personalidades do mundo da cultura e da mídia que mantinham laços de amizade com o religioso.

(SP) - Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.