Medalha Milagrosa

Bento XVI contribui para a restauração da Basílica de Santo Agostinho, na Argélia

Cidade do Vaticano, 25 ago (RV) - O Papa Bento XVI fará uma contribuição pessoal aos trabalhos de restauração da Basílica de Santo Agostinho, localizada na cidade de Annaba, na Argélia. Segundo o jornal vaticano L'Osservatore Romano, além do Pontífice, também contribuíram para a reforma várias autoridades francesas e argelinas, instituições públicas, ordens religiosas e dioceses. O Bispo de Constantine-Hipona, Dom Paul Desfarges, destacou a importância da Basílica de Santo Agostinho diante da “atenção dada pelo Papa à iniciativa”.

Dom Desfarges disse que a ONG Papal Foundation “já havia contribuído, mas Bento XVI, sabendo da necessidade de restauração do antigo templo, quis participar do financiamento com uma contribuição particular”. “Todos nós sabemos o quanto o Pontífice admira Santo Agostinho. Sabemos também que a Basílica não é apenas um local de culto. Toda a colina de Annaba é um local simbólico, um lugar transcultural, transreligioso, e isso se deve à figura de Santo Agostinho que espalha esses valores através do seu humanismo, fé e cultura”, completou o bispo.

Santo Agostinho nasceu em Tagaste, em 354 d.C., e foi Bispo de Hipona (atualmente Annaba) entre 395 e 430 d.C. . Ele é considerado uma das figuras mais importantes para o desenvolvimento do cristianismo no Ocidente.

(SP) - Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.