Medalha Milagrosa

Exposição comemora os 100 anos da arquidiocese da Paraíba

A exposição “História do Centenário da Elevação da Diocese da Paraíba à Arquidiocese e Sede Metropolitana (1914 - 2014)” vai ser aberta nesta quarta-feira, dia 1º de agosto de 2012, às 17h, na ala superior do Centro Cultural São Francisco, Centro de João Pessoa (PB). Em cartaz até 2014, a exposição reúne peças, imagens, móveis, documentos e fotos em 4 partes: história do seminário, dioceses, bispos e arte sacra.

O diretor do Centro Cultural São Francisco, Monsenhor Ednaldo Araújo dos Santos, explicou que “o evento reúne peças que fazem uma retrospectiva histórica da Igreja Católica na Paraíba. É o primeiro passo para se montar o primeiro museu de arte sacra da nossa arquidiocese”. O professor de História da Arte e pesquisador, José Augusto de Moraes, é o responsável pela montagem da exposição. Ele destaca entre as peças um cálice de prata dourada usado nas celebrações pelo primeiro bispo e depois primeiro arcebispo da Paraíba, dom Adaucto Aurélio de Miranda Henriques (tomou posse como bispo da Paraíba em 1894. Tornou-se arcebispo no dia 14 de julho de 1914. E morreu no dia 15 de agosto de 1935).

A exposição faz parte da programação do centenário da arquidiocese da Paraíba. É organizada pela Comissão Histórica e Patrimonial do 1º Sínodo Diocesano, composta pelo monsenhor Ednaldo Araújo dos Santos, José Augusto de Moraes (curador da exposição), Marília Figueiredo de Paiva, Ricardo Grisi Veloso, Rita de Cássia Silva Ramalho e Thiago Fragoso.

No dia 19 de novembro de 2011 foi aberto o 1º Sínodo Diocesano dando início às comemorações dos 100 anos de elevação ao título de arquidiocese da Paraíba e sede da Província Eclesiástica (1914-2014). Sínodo é um ato de governo episcopal e evento eclesial, constituído como uma assembleia consultiva, composta de sacerdotes, diáconos, religiosos, religiosas, cristãos fiéis, leigos, leigas, enfim, de lideranças evangelizadoras e pastorais, com o objetivo de “avaliar e celebrar a caminhada dos 100 anos da Arquidiocese, planejando novas etapas do serviço evangelizador e pastoral por uma permanente conversão ao Evangelho e aos valores de seu Reino, contemplando o seu Mistério de Amor e Salvação, revelando-o nas atuais circunstâncias da sociedade”, explica o arcebispo da Paraíba, dom Aldo Pagotto, que vai estar presente na abertura da exposição.

Fonte e foto: CNBB

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.