Medalha Milagrosa

Vaticano: Bento XVI sublinha importância dos institutos seculares

Cidade do Vaticano, 25 jul (Ecclesia) – O Papa dirigiu uma mensagem aos membros dos institutos seculares reunidos em congresso mundial até quinta-feira na cidade italiana de Assis, onde sublinha a sua importância enquanto intermediários entre a Igreja Católica e a sociedade.

O texto, enviado pelo secretário de Estado da Santa Sé, cardeal Tarcisio Bertone, e divulgado pelo site de notícias do Vaticano, realça que “a relação entre Igreja e mundo” deve ser vivida na “reciprocidade”.

"Não é só a Igreja a dar ao mundo”, contribuindo para o tornar mais humano, “mas é também o mundo a dar à Igreja”, de modo que esta possa “compreender-se melhor” e tornar a sua missão mais efetiva, refere a missiva.

Num tempo que coloca “interrogações profundas à vida e à fé”, os consagrados devem "estar no mundo assumindo todos os seus pesos e os seus anseios, com um olhar humano que coincida sempre mais com o olhar divino", observa Bento XVI.

Os membros dos institutos seculares devem consolidar a sua “doação total” a Deus, desenvolver a “vida espiritual” e apostar na formação para se tornarem “capazes de um olhar profundo e de bom testemunho” na sociedade.

Bento XVI desafia os consagrados a estarem prontos a arriscar a vida e "disponíveis para construir percursos de bem comum, sem soluções pré-concebidas", apostando na criatividade e “abraçando com caridade as feridas do mundo e da Igreja".

Os institutos seculares são compostos por leigos ou membros do clero que residem sozinhos ou em grupo, professam votos de castidade, obediência e pobreza e vivem segundo as estruturas da sociedade.

A sua designação deriva da palavra ‘século’, que entre outros significados quer dizer ‘mundo’ ou ‘sociedade civil’.

RJM - Agência Ecclesia

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.