Medalha Milagrosa

Apresentado ao Papa estudo de vanguarda sobre células embrionárias adultas

Cidade do Vaticano, 28 jun (RV) - Foi apresentada nesta quarta-feira a Bento XVI, após a audiência geral, a primeira cópia do volume "Our Stem Cells: The Mistery of Life and Secrets of Healing" (Nossas Células Embrionárias: o Mistério da Vida e os Segredos da Cura). Trata-se de um texto inovador para a pesquisa sobre células embrionárias adultas, que estuda as possíveis terapias graças à sua utilização no campo médico, bem como as suas possíveis implicações culturais e éticas.

De fato, trata-se de uma obra única, resultado da colaboração entre o Pontifício Conselho para a Cultura – mediante a sua fundação caritativa STOQ International – e a "Stem for Life Foundation".

O texto, que daqui até o final do ano estará disponível, contém também um discurso de Bento XVI com o qual se exorta a um apoio e a uma sensibilização maiores aos progressos na pesquisa sobre as células embrionárias adultas, a fim de aliviar os sofrimentos humanos.

Especificamente, o estudo examina os conceitos discutidos na I Conferência internacional sobre as células embrionárias adultas, realizada no Vaticano ano passado, e oferece ao leitor um panorama fascinante e completo do seu papel vital no futuro da medicina regenerativa, incluindo a sua capacidade de robustecer o coração e órgãos danificados, restituir a visão, eliminar o câncer, curar o diabetes, as queimaduras e estagnar a evolução de doenças degenerativas como o Alzheimer, a esclerose múltipla e o morbo de Lou Gehrig.

"O livro – rico de casos reais, afirmou a administradora-delegada da NeoStem e presidente da Stem for Life Foundation , Robin Smith – não fala somente do bom êxito da nossa parceria histórica com o Vaticano, mas lança as bases para os nossos próximos encontros."

Com os mesmos sentimentos, Mons. Tomasz Trafny – do Pontifício Conselho para a Cultura – se diz convencido de que o volume pode promover um diálogo intenso entre a comunidade científica e a comunidade religiosa no seio da importante moldura da busca da verdade e dos mais altos valores éticos.

"Fazemos votos – conclui Mons. Trafny – de que possa contribuir para educar as pessoas do mundo inteiro sobre a importância de uma pesquisa científica ética, e ajudá-las a entender que não é necessário escolher entre a própria fé e a ciência, mas que, na realidade, as duas podem trabalhar juntas para melhorar a humanidade profundamente."

Além de Mons. Trafny e da Dra. Smith, encontrava-se presente no ato de entrega da primeira cópia do volume ao Pontífice, o Dr. Max Gomez, representante da Stem for Life Foundation.

(RL) - Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.