Medalha Milagrosa

Bento XVI: ''A primeira condição para falar de Deus é falar com Deus''

Cidade do Vaticano, 24 mai (RV) – O Papa Bento XVI recebeu esta quinta-feira, no Vaticano, os Bispos da Conferência Episcopal Italiana (CEI), reunidos em Assembleia Plenária.

Em seu discurso, o Papa falou da situação em que a Igreja na Itália é chamada a anunciar hoje Jesus Cristo. Segundo o Pontífice, a sociedade italiana, como todas as sociedade de antiga tradição cristã, é caracterizada pelo secularismo, que corrói o tecido cultural e impede de compreender o valor profundo da verdade. “Mesmo uma terra fecunda corre o risco de se tornar um deserto inóspito”, advertiu Bento XVI.

Os sinais do secularismo são visíveis na diminuição da prática religiosa, na participação da Liturgia eucarística e, mais ainda, no Sacramento da Penitência. “O coração da crise que fere a Europa, crise que é espiritual e moral, passa por esta falta de abertura ao Transcendente.”

Diante desse contexto, pergunta o Papa, como corresponder à responsabilidade confiada pelo Senhor? Como tem feito ultimamente, Bento XVI insistiu mais uma vez sobre o fato de que, para relançar a evangelização, a Igreja deve fazer, antes de tudo, um exame de consciência.

“É preciso renovar a fé e a oração. Não saberemos conquistar os homens ao Evangelho se não renovarmos a nossa experiência. É sempre importante recordar que a primeira condição para falar de Deus é falar com Deus, se tornar sempre mais homens de Deus, nutridos por uma intensa vida de oração e plasmados por sua Graça.”

(BF) - Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.