Medalha Milagrosa

Conclusão da 50ª Assembleia dos Bispos do Brasil traz ao debate a cidadania

Aparecida, 26 abr (RV) – Encerrou-se nesta manhã, em Aparecida, a 50ª Assembleia Geral da CNBB, no Centro de Eventos Padre Vítor Coelho de Almeida. Nove dias intensos de trabalhos que se encerraram com a divulgação do documento final sobre o tema central dos debates “A Palavra de Deus na vida e missão da Igreja”.

A Santa Missa nesta manhã no Santuário de Aparecida foi celebrada pelo Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovani D’Aniello que trouxe a saudação do Santo Padre Bento XVI e do Secretário de Estado, Cardeal Tarcísio Bertone.

Às 10h30 da manhã a Sessão de encerramento da Assembleia com a Presidência da CNBB e a divulgação da Mensagem para as próximas eleições municipais. Na documento os bispos afirmam que as eleições municipais têm uma característica própria em relação às demais por colocar em disputa os projetos que discutem sobre os problemas mais próximos do povo: educação, saúde, segurança, trabalho, transporte, moradia, ecologia, lazer. Trata-se de um processo eleitoral com maior participação da população porque os candidatos são mais visíveis no cotidiano da vida dos eleitores. A sua importância é proporcional ao poder que a Constituição de 1988 assegura aos municípios na execução das políticas públicas.

Nos municípios, manifestam-se também as crises que o mundo atravessa, incluindo a própria democracia. Isso torna ainda mais importante a missão de votar bem, ficando claro para o eleitor que seu voto, embora seja gesto pessoal e intransferível, tem conseqüências para a vida do povo e para o futuro do País. As eleições são, portanto, - escvreve ainda os bispos - momento propício para que se invista, coletivamente, na construção da cidadania, solidificando a cultura da participação e os valores que definem o perfil ideal dos candidatos. Estes devem ter seu histórico de coerência de vida e discurso político referendados pela honestidade, competência, transparência e vontade de servir ao bem comum. Os valores éticos devem ser o farol a orientar os eleitos, em contínuo diálogo entre o poder local e suas comunidades.

A Mensagem se conclui destacando que “para o cristão, participar da vida política do município e do país é viver o mandamento da caridade como real serviço aos irmãos, conforme disse o Papa Paulo VI: “A política é uma maneira exigente de viver o compromisso cristão ao serviço dos outros” (Octogesima Adveniens, 46). Só assim, seremos “fermento que leveda toda a massa” (Gl 5,9).

O dia de ontem foi um dia intenso de atividades: na segunda sessão de trabalhos os bispos receberam os importantes informes da solidariedade da Igreja do Brasil ao Haiti. Já a Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude, que completa um ano de existência, apresentou um resumo de suas atividades. O foco principal foram os preparativos para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que vai se realizar no Rio de Janeiro em julho de 2013. O Arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, apresentou o Comitê Organizador Local (COL) da Jornada, bem como um vídeo a respeito do evento. As inscrições para a JMJ serão feitas pelo site oficial (www.rio2013.com), a partir de julho de 2013.

Durante a coletiva de imprensa o Porta-voz da 50ª Assembleia Geral dos bispos do Brasil, o Arcebispo de Campo Grande (MS), Dom Dimas Lara Barbosa a Nota da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil apresentou a Nota sobre a reforma do Código Penal. O objetivo do documento é expressar o compromisso da instituição, no acompanhamento de importantes matérias de interesse social, neste momento em que uma Comissão de Juristas do Senado, discute mudanças no Código Penal.

Ainda ontem à tarde, houve um encontro reservado para os regionais da CNBB, e na última sessão do dia a apresentação da Comissão Episcopal para a Cultura e Educação, e informes sobre a Campanha para a Evangelização, os 20 anos da Assembleia dos Organismos do Povo de Deus e a palavra para os organismos vinculados à Conferência Episcopal. Também na tarde de ontem a acolhida do episcopado brasileiro ao novo Núncio Apostólico para o Brasil, Dom Giovani D’Aniello. A Rádio Vaticano apresentou aos bispos dois minutos do documentário produzido pelo Programa Brasileiro da Rádio do Papa sobre a sua visita ao Brasil em 2007. Sobre a conclusão dos trabalhos da 50ª Assembleia Geral ouvimos o Arcebispo de São Paulo, Cardeal Odilo Scherer.

Do Santuário Nacional de Aparecida para a Rádio Vaticano, Silvonei José

Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.