Medalha Milagrosa

Às vésperas de completar 85 anos, Papa pede orações para que o Senhor lhe dê forças

Cidade do Vaticano, 15 abr (RV) – Bento XVI explicou na manhã deste domingo, ao rezar a oração mariana do Regina Caeli, que “a cada ano, ao celebrar a Páscoa, nós revivemos a experiência dos primeiros discípulos de Jesus, a experiência do encontro com o Ressuscitado”.

Iniciando sua alocução diante de milhares de fiéis, o Papa disse que “o fato que os cristãos celebrem o dia de Domingo “é uma prova muito forte de que naquele dia ocorreu a Ressurreição de Cristo, porque somente um evento extraordinário e surpreendente podia induzir os primeiros cristãos a iniciar um culto tão diferente do sábado hebraico”.

“Este dia, mais tarde chamado ‘domingo’, é o dia da assembleia, da comunidade cristã que se reúne para seu culto, ou seja, a Eucaristia, um culto novo e diferente”.

Segundo Papa Ratzinger, “naquela época, como ainda hoje, o culto cristão não é uma mera comemoração de eventos passados e muito menos uma experiência mística, interior, mas é essencialmente um encontro com o Senhor”.

Ainda na ocasião da oração do Regina Coeli, que substitui o Angelus dominical no tempo da Páscoa, o Papa fez uma referência à paz como um “dom maravilhoso deste tempo pascal no calendário católico:

“Graças a ela, a comunidade se fortalece com um vínculo novo, que a une entre si e com Cristo, preparando-a para a missão. Assim, repletos de seu Espírito, podemos testemunhar ao mundo a vitória de nosso Deus e Senhor” – disse ainda Bento XVI.

“Recebamos o dom da paz que Jesus ressuscitado oferece, deixemo-lo preencher nossos corações com sua misericórdia! Assim, com a força do Espírito Santo que ressuscitou Cristo dos mortos, nós também possamos levar aos outros estes dons pascais” – acrescentou completando que “este é motivo porque o Beato João Paulo II quis intitular o Domingo depois da Páscoa à Divina Misericórdia, com um ícone bem específico: o lado aberto de Cristo”.

Após conceder a benção a todos, o Papa saudou os fiéis em várias línguas. Em francês, Bento XVI, que segunda-feira, 16, completa 85 anos de vida e dias depois celebra sete anos de pontificado, pediu:

“Na próxima quinta-feira, por ocasião do 7º aniversário de minha eleição à Sé de Pedro, peço-lhes que rezem por mim, para que o Senhor me dê forças para cumprir a missão que me confiou!”.

(CM) - Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.