Medalha Milagrosa

Locais da JMJ-Rio2013 serão escolhidos até julho

Rio de Janeiro, 01 março (RV) – Penúltimo dia da visita da delegação do Pontifício Conselho para os Leigos ao Rio de Janeiro, em vista da realização da Jornada Mundial da Juventude de 2013.

Na quarta-feira, o Presidente do Pontifício Conselho, Cardeal Stanislaw Rylko, e sua comitiva visitaram o Centro de Operações da Prefeitura (COR). "Estamos muito bem impressionados com essa tecnologia de informação de alto nível. Isso nos faz esperar que em julho de 2013 a organização da cidade do Rio possa funcionar perfeitamente", declarou o Cardeal.

O presidente do Comitê Organizador Local (COL) da JMJ-Rio2013 e arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, acompanhou a visita da delegação do Pontifício Conselho ao COR.

O secretário municipal de Conservação e Serviços Públicos, Carlos Roberto Osório, apresentou ao grupo as instalações do Centro de Operações e um breve planejamento da preparação do Rio de Janeiro. Osório explicou que todos os possíveis locais de encontros para a JMJ Rio2013 já estão mapeados.

O grupo conheceu a Sala de Crise para ver de perto todo o trabalho realizado por mais de 70 controladores que monitoraram a cidade do centro de operações e as fontes de informação que abastecem esse quartel general do município.

"O COR tem três objetivos: operar a cidade no seu dia a dia, atender a cidade em momentos de crises e emergências e planejar e executar grandes eventos. A JMJ é um dos grandes eventos que o Rio vai receber, então, desde já, na fase de planejamento, o COR está congregando todas as informações, montando e executando esse planejamento e, em seguida, vai coordenar a entrega. Ele é um ponto central para o sucesso do evento, já que durante a realização da JMJ será o cérebro de funcionamento operacional da cidade", destacou o secretário Osório.

Para o Cardeal Rylko, as preocupações para a JMJ Rio2013 são as de todas as Jornadas, porque estas sempre representam um grande desafio, seja no campo logístico, seja no campo pastoral.
Logo após a visita ao COR, a comitiva seguiu para a Catedral de São Sebastião. Cardeal Rylko conheceu as dependências do templo e o museu que fica no subsolo da Catedral.

Estão sendo avaliados aproximadamente oito locais para os atos centrais e especiais da JMJ, que serão escolhidos até julho deste ano.

Depois da Catedral, os membros do PCL estiveram no Aterro do Flamengo, mas precisamente no Monumento aos Pracinhas, que já recebeu a visita do Papa João Paulo II, quando esteve no Rio.

(BF com informações do site rio2013.com)

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.