Medalha Milagrosa

Bento XVI na festa da Apresentação do Senhor: conselhos evangélicos reforçam fé, esperança e caridade

Cidade do Vaticano, 02 fev (RV) - Bento XVI presidiu na tarde desta quinta-feira, na Basílica de São Pedro, às Segundas Vésperas na festa da Apresentação do Senhor, ocasião em que a Igreja celebra também o Dia da Vida Consagrada – instituído em 1997 pelo Beato João Paulo II.

A festa da Apresentação do Senhor é uma preciosa ocasião, para as pessoas consagradas, "de renovar os propósitos e reavivar os sentimentos" que inspiraram a sua doação ao Senhor, disse o Papa na homilia da celebração.

A oração da Comunidade inteira é dedicada hoje a toda pessoa consagrada, Comunidade que rende graças a Deus Pai, doador de todo bem, pelo dom dessa vocação, e com fé novamente o invoca.

"Ademais – ressaltou o Pontífice –, em tal ocasião se quer valorizar sempre mais o testemunho daqueles que escolheram seguir Cristo mediante a prática dos conselhos evangélicos com a promoção do conhecimento e da estima da vida consagrada dentro do Povo de Deus."

No dia em que a Igreja recorda a apresentação de Jesus no templo – frisou Bento XVI – se celebra o Dia da Vida Consagrada:

"De fato, o episódio evangélico ao qual nos referimos constitui um significativo ícone da doação da própria vida por parte daqueles que são chamados a representar na Igreja e no mundo, mediante os conselhos evangélicos, os traços característicos de Jesus, virgem, pobre e obediente, o Consagrado do Pai."

Na festa da Apresentação do Senhor – acrescentou o Santo Padre – celebramos, portanto, o mistério da consagração:

"Consagração de Cristo, consagração de Maria, consagração de todos aqueles que se colocam no seguimento de Jesus por amor ao Reino de Deus."

Recordando que na ocasião do 50º aniversário de abertura do Concílio Ecumênico Vaticano II se abrirá em outubro o Ano da fé, o Papa exortou a se aprofundar os valores essenciais e as exigências da consagração:

"No Ano da fé vocês – que acolheram o chamado a seguir Cristo mais de perto mediante a profissão dos conselhos evangélicos – são convidados a aprofundar ainda mais a relação com Deus. Os conselhos evangélicos, aceitos como autêntica regra de vida, reforçam a fé, a esperança e a caridade, que unem a Deus."

A Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica – recordou, por fim, o Pontífice –, atuará, com os meios que considerar mais adequados, para favorecer que este Ano da fé constitua para todos vocês um ano de renovação e de fidelidade, "a fim de que todos os consagrados e as consagradas se empenhem com entusiasmo na nova evangelização".

Antes de fazer votos de "todo bem para o caminho das Famílias religiosas, bem como para a sua formação e apostolado, e de confiá-las à intercessão da Virgem Maria, Bento XVI quis fazer um agradecimento especial:

"Ao tempo em que dirijo a minha cordial saudação ao Prefeito do Dicastério, Dom João Braz de Aviz – a quem quis incluir dentre aqueles aos quais criarei Cardeais no próximo Consistório –, acolho com satisfação essa alegre circunstância para agradecer a ele e aos Colaboradores pelo precioso serviço que prestam à Santa Sé e a toda a Igreja." (RL)

Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.