Medalha Milagrosa

Papa visita paróquia da periferia de Roma e adverte para risco das seitas

Cidade do Vaticano, 11 dez - O Papa deixou o Vaticano esta manhã às 9h e com uma comitiva de colaboradores, se dirigiu à paróquia de Santa Maria das Graças, no bairro de Casal Boccone. Foi a 12ª visita pastoral a uma paróquia de sua diocese desde o início do pontificado.

Esta periferia de Roma é habitada principalmente por famílias jovens, com filhos pequenos. De seus 9 mil moradores, muitos são imigrantes, em maioria romenos, albaneses, norte-africanos e asiáticos.

Ao chegar, Bento XVI saudou o pároco, o Cardeal-vigário Dom Agostino Vallini, e os jovens e crianças que o aguardavam no pátio interno da paróquia.

O Papa disse que o Natal está próximo, e que nos devemos preparar com o coração e não apenas comprando presentes. Lembrou às crianças que é importante manter o contato com Deus, que significa alegria, e desejou a todos um Bom Natal, repleto da presença de Jesus Cristo em seus corações.

Em seguida, Bento XVI celebrou para os fiéis a missa do terceiro Domingo de Advento. Em sua homilia, o Papa pediu aos fiéis que “superem os limites do individualismo, do egoísmo e do fascínio do relativismo”. Disse que é seu dever advertir para o risco da penetração das seitas, alertando sobre “a atração que certas formas de sentimento religioso exercem, explorando os mais carentes e as aspirações mais profundas do homem e propondo perspectivas fáceis, mas ilusórias”.

Em outro trecho da homilia, Bento XVI lembrou as pessoas mais carentes que precisam de ajuda material, e mais ainda, da fé e do testemunho daqueles que creem: “Que a sua comunidade – disse aos moradores de Casal Boccone – seja sempre expressão concreta do amor de Deus, rico de misericórdia”.

Prosseguindo, o Papa responsabilizou os jovens – que são o hoje e o amanhã da história e o futuro da fé – assegurando que “a Igreja espera muito de seu entusiasmo, de sua capacidade de olhar adiante, de ter ideais e de serem firmes em suas escolhas de vida”.

“Hoje, as nossas cidades parecem desertos que devemos iluminar com a luz de Deus, que está sempre conosco mesmo quando parece ausente. Neste mundo de trevas e escuridão, somos chamados a ser testemunhas da luz, e podemos sê-lo somente se tivermos a luz em nós” – acrescentou Bento XVI, falando de improviso ao lembrar a passagem da Bíblia que fala de São João Batista no deserto.

Concluindo, o Pontífice encorajou os catequistas a prosseguir em seu compromisso educativo e fez votos de que de Casal Boccone tenha em breve um salão paroquial que seja espaço de encontro para o crescimento da fé das jovens gerações.

Depois da missa, Bento XVI teve um rápido encontro, a portas fechadas, com os integrantes do conselho pastoral da paróquia.

Saudando os fiéis da comunidade, antes de retornar ao Vaticano, o Papa disse: “Sei que este é um Natal difícil, mas, todavia, desejo a todos um Feliz Natal. Não pensem apenas nas coisas a comprar, mas vão ao encontro do Senhor”.  (CM)

Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.