Medalha Milagrosa

Os Guardiães da Fé

1) Império Romano, império de pecado

O Império Romano se revestia de pompa e grandeza terrenas. Seus domínios se estendiam do norte da Europa e da África ao Oriente Médio. Calcula-se um território de extensão semelhante ao Brasil. Aos romanos, aquele gigante parecia invencível, porém era um gigante com pés de barro. A soberba romana não resistiria à força da fé, os crimes e o coração cruel dos romanos dariam lugar às conversões. Tudo isso graças ao sangue preciosíssimo de Nosso Senhor Jesus Cristo e à perseverança dos cristãos, que, imitando o Mestre, também derramaram seu sangue.

A conversão do Império Romano nos deixa uma bela lição. Vemos hoje um mundo onde a maioria das pessoas esqueceu-se de Deus, não cumprem os Mandamentos, vivem mergulhadas no egoísmo, só pensando em gozar a vida. Fruto dessa decadência moral, todos os dias ouvimos dizer que os crimes aumentam e com eles aumenta também o número de pessoas que desdenham da fé. Ser católico hoje significa, muitas vezes, ser alvo de brincadeiras e deboches. Querem que nos envergonhemos de seguir a Jesus Cristo; mas não devemos nos deixar abalar por isso. Devemos continuar firmes na fé e perseverantes na virtude, a exemplo dos santos mártires, que morreram por amor a Nosso Senhor e, com isso, venceram a empáfia dos pagãos.


2) Nero e o começo das perseguições

Com Nero, as autoridades romanas dão início ao período de perseguição aos cristãos. Nero foi de tamanha crueldade, que entre outras formas horrendas que encontrou para sacrificar os cristãos estava a de envolvê-los em trapos, cobri-los de piche e enxofre, para depois atá-los a postes. A barbaridade não parava por aí, à noite os fazia acender para servirem de luminárias nos jogos de circos.

Por 3 séculos os discípulos de Cristo viveram sob o terror do império. Em Roma a perseguição era tal, que para praticarem o culto da verdadeira religião os fiéis passaram a habitar as catacumbas. Lá podiam celebrar Missas, comungar, ler a Bíblia, ensinar e aprender sobre a religião de Cristo.


3) Martírio de São Pedro, São Paulo e milhões de cristãos - mortes que geraram novas conversões

“E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela.” (Mt. 16,18). O arrogante imperador desconhecia a força indestrutível da nova religião. Imaginou que era possível destruir a Santa Igreja matando São Pedro, o primeiro Papa, e São Paulo, o maior de todos os Apóstolos. Da mesma forma pensaram seus sucessores: sacrificando papas, sacerdotes e fiéis extinguiriam o cristianismo. Pelo contrário, a cada cristão morto, inúmeros outros surgiam como fruto do sangue inocente dos mártires. Não é à toa que Tertuliano iria afirmar mais tarde: “O sangue dos mártires é semente de novos cristãos”.


4) O jovem mártir Pancrácio

“Quem der testemunho de mim diante dos homens, também eu darei testemunho dele diante de meu Pai que está nos céus. Aquele, porém, que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai que está nos céus.” (Mt. 10,32-33). A coragem de São Pancrácio diante do governador romano é mais do que admirável. Ele era tão jovem, no entanto tinha um tão elevado grau de virtude. O amor que ele tinha a Deus o levou a aceitar o sacrifício sem a menor indecisão. Mas é preciso ter em conta que nem sempre a pior perseguição é direta e ameaçadora. Às vezes um riso, uma gargalhada pode fazer com que a criança ou o jovem se sinta envergonhado de ser católico. Neste ponto, vale muito a pena a (o) catequista desenvolver a ideia de que o católico não deve se envergonhar de fazer o bem e cumprir os Mandamentos, pelo contrário, deve ter alegria de seguir o Evangelho e fazer a vontade de Deus.


Vocabulário:

Catacumba: Cemitérios subterrâneos da antiga Roma. Ali se refugiavam os primeiros cristãos para a prática do seu culto. Incontáveis mártires foram sepultados nas catacumbas.

Empáfia: Soberba, orgulho vão, vaidade.

Piche: Massa preta, resinosa, muito pegajosa, que se obtém pela destilação do alcatrão ou da terebintina. Hoje é muito usada na constituição do asfalto.

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.