Medalha Milagrosa

Audiência pública: Exclusão de programas religiosos na TV Brasil

Rio de Janeiro, 30 set - Na última quinta-feira, dia 29 de setembro, foi realizada uma audiência pública para debater a exclusão de programas religiosos na TV Brasil, emissora pública pertencente à Empresa Brasil de Comunicação (EBC). A Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) enviará ofício à EBC, condenando a decisão do Conselho Curador do órgão de suspender a veiculação dos programas religiosos em suas emissoras de rádio e TV.

Os senadores Edison Lobão Filho, presidente da mesa, Marcello Crivella, Aníbal Diniz e Lindbergh Farias criticaram a decisão do Conselho Curador da EBC. Eles refutaram o argumento apresentado pelos conselheiros de que os programas católicos “Santa Missa” e “Palavras de Vida” e o programa evangélico “Reencontro” privilegiam as duas religiões em detrimento das demais, e que, na grade das emissoras públicas, deve haver a “pluralidade máxima das vivências religiosas existentes no país”.

Participaram da audiência pública o Bispo Auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro, Dom Paulo Cezar Costa e o Vigário Episcopal para a Comunicação Social, Cônego Marcos William Bernardo. Segundo Dom Paulo, o Estado deve promover e não coibir as diversidades religiosas.

— O Estado não deve ter uma posição restritiva, mas que alargue a participação das religiões na TV brasileira, afirmou o Bispo.

A audiência, que contou com a presença da diretora-presidente da EBC, Tereza Cruvinel, e do conselheiro Daniel Aarão Reis Filho, será anexada aos autos.

Renato Francisco - Arquidiocese do Rio de Janeiro

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.