Medalha Milagrosa

Arquidiocese de Montes Claros prepara comemoração do seu primeiro centenário de instalação

CNBB, 19 set - No próximo dia 7 de outubro, o arcebispo de Montes Claros (MG) dom José Alberto Moura, presidirá solene comemoração do centenário de instalação da diocese e posse de dom João Antônio Pimenta como primeiro bispo, e, de forma simultânea, abre oficialmente o centenário de nascimento de dom José Alves Trindade, o 5º na linha sucessória. A iniciativa ocorrerá durante a tradicional Festa de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil e da catedral.

A programação prevê a realização de missa em ação de graças às 18h30, no templo da Praça Pio XII, centro, logo após o 5º dia da novena em honra à mãe de Jesus, e que terá como um dos concelebrantes o arcebispo emérito dom Geraldo Majela de Castro.

Por volta das 20h30 haverá sessão histórica no Palácio Santa Cruz, que fica na Praça Doutor Chaves (Matriz), centro da cidade. Conhecido como Palácio do Bispo, o local é um dos legados do episcopado de João Antônio Pimenta. O momento constará de palestras sobre os governos de dom João Antônio e dom José Alves e a influência deles na história de Montes Claros.

No dia 9 de outubro, dom José Alberto e dom Geraldo Majela darão continuidade à abertura do centenário de nascimento de dom José Alves Trindade no município mineiro de Lagoa Dourada, localizado no Campo das Vertentes, sua terra natal. Lá estará Vera Cruz Trindade, única viva dentre os sete irmãos do saudoso prelado. Verinha, que cuidou de dom José Alves por mais de três décadas, mora hoje na casa que o próprio irmão teve a iniciativa de construir. Assim que se tornasse emérito, pensava em retornar para Lagoa Dourada. Mas nunca cumpriu a promessa. Preferiu permanecer na sede da diocese. Dono de um pastoreio de 39 anos, dos quais sete na Bahia e os 32 restantes à frente da Igreja particular de Montes Claros, morreu aos 92, em março de 2005.

Os bispos da diocese de Montes Claros que, em 2001, tornou-se arquidiocese da Província Eclesiástica de Montes Claros, são: dom João Antônio Pimenta (1911-1943), dom Aristides Porto (1943-1947), dom Antônio Morais (1948-1951), dom Luiz Victor Sartori (1952-1956), dom José Alves Trindade (1956-1988), dom Geraldo Majela de Castro (1988-2006) e dom José Alberto Moura (2007).

A Festa de Nossa Senhora Aparecida acontecerá de 3 a 12 de outubro, na catedral, com o tema “Senhora Aparecida, reflexo do coração materno de Deus”. Nos dias de semana, a novena começa às 18h e a missa às 18h30. No sábado e no domingo a novena será às 17h30, seguida de missa. Além do dia 7, dom José Alberto Moura ainda presidirá a celebração eucarística duas vezes: no dia 10, na Festa da Dedicação da Catedral, e no dia 12, na Solenidade de Nossa Senhora Aparecida, que será precedida de procissão.

CNBB

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.