Medalha Milagrosa

Diocese de Criciúma acolhe nova congregação religiosa

A Diocese de Criciúma acolhe oficialmente, nesta quinta-feira, 08 de setembro, três religiosas da Congregação dos Servos Adoradores da Misericórdia. As Irmãs Clara de Jesus da Misericórdia, Glória da Trindade e Inês da Meditação vêm da Diocese de Caçador e são recebidas pelo bispo diocesano, Dom Jacinto Inacio Flach, e pelos fieis da cidade de Cocal do Sul, na Santa Missa festiva em honra à padroeira da paróquia, Nossa Senhora da Natividade.

Nova Congregacao em Criciuma.jpg


A celebração inicia às 10h, com a apresentação das religiosas que irão se dedicar especialmente ao trabalho com dependentes químicos e com a Pastoral Carcerária. “Agradecemos a oportunidade que a Diocese de Criciúma abre para nós. Nosso carisma é viver e praticar a misericórdia. Temos a missão de acolher, evangelizar e adorar. Na Casa Manjedoura, vamos auxiliar o Pe. Eloir Borges na espiritualidade. Na paróquia, serviremos também a outros movimentos e pastorais”, relata Irmã Clara.

Segundo a religiosa, os trabalhos terão foco também nos atendimentos individuais àqueles que querem aconselhamentos, e momentos de oração aos que se preparam para a confissão com o sacerdote. A Congregação dos Servos Adoradores da Misericórdia nasceu na Diocese de Caçador e hoje conta com 16 religiosos e religiosas. A Diocese de Criciúma é a primeira casa a acolher a comunidade.

“Sentimos o desejo de expandir aqui nossa primeira missão. Padre Eloir já nos conhecia, por também fazermos parte da Renovação Carismática Católica (RCC), da qual provém nossa espiritualidade também. A partir do contato através dos retiros, surgiu há dois anos o desejo de iniciar a missão fora”, conta. Conforme Irmã Clara, o convite foi feito pelo bispo Dom Jacinto e pelo pároco, Pe. Eloir. A conversa positiva à nova missão ocorreu entre o fundador, Pe. José Juan da Misericórdia com todos os religiosos.

A sede da comunidade se localiza às margens da SC 446, no antigo prédio do Seminário. “É importante colocar que a casa que estamos abrindo é para o povo de Deus. Estará aberta àqueles que querem fazer orações conosco, junto ao Santíssimo, que permanecerá exposto o dia inteiro. Para nós, vai ser uma alegria muito grande, porque a casa é para a missão, e a missão é para o povo de Deus”, enfatiza.

As irmãs Clara e Glória (foto) estão em Cocal do Sul já há alguns dias, em preparação à nova missão. A Ir. Inês deve chegar à Cocal do Sul na noite desta quarta-feira, 07. A partir de agora, a Diocese de Criciúma passa a contar com 12 congregações, presentes em 23 comunidades religiosas.

Diocese de Criciúma

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.