Medalha Milagrosa

China: Libertado Sacerdote

Hebei, 12 ago - A Igreja Católica recebeu uma boa notícia esta semana vinda da China. Após passar quatro meses na prisão, o Padre Joseph Chen Hailong, da Igreja Católica “clandestina”, finalmente, foi libertado. O sacerdote chinês, da diocese de Xuanhua, foi detido por se recusar a se unir à Igreja Patriótica, que é submetida ao governo comunista do país.

Segundo informações da Catholic Culture.org, Padre Joseph ficou confinado em uma solitária por dois meses, privado de comida e sono, pagando por sua resistência ao governo. O paradeiro do sacerdote ficou desconhecido por todo esse tempo, sabendo-se apenas que ele se encontrava preso. Até o momento, não se sabe ainda onde Padre Joseph ficou detido. Apesar da libertação do sacerdote, as prisões de padres da Igreja Católica “clandestina” continuam.

No último dia 3 de agosto, mais quatro sacerdotes da Diocese de Heze foram detidos por conduzirem um retiro espiritual do clero “clandestino”. Conforme a Catholic Culture.org, os padres ficaram sem comida e água por dois dias e foram pressionados a se inscreverem na Igreja Patriótica. Católicos locais fizeram um apelo ao Vaticano e a fiéis de outros países para que pressionassem as autoridades chinesas a libertar os quatro sacerdotes, que até o momento continuam presos. (SP)

Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.