Medalha Milagrosa

Madrid: Jornadas Mundiais da Juventude favorecem «geração identificada com a fé», diz arcebispo

Lisboa, 23 jul – O arcebispo de Madrid considera que a etapa das Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ), que a sua comunidade se prepara para acolher entre 16 e 21 de agosto, permite criar uma “geração identificada com a fé, em comunhão com a Igreja”.

Na encerramento de um curso de verão intitulado “os jovens e a Igreja Católica”, organizado pela universidade Rei Juan Carlos em Aranjuez, D. António Maria Rouco convidou os jovens a “abrirem caminho à evangelização”, apoiados num “acontecimento de extraordinária importância”.

De acordo com a agência Zenit, o prelado aproveitou ainda para recordar as palavras de João Paulo II, fundador das JMJ, em 1989, quando a arquidiocese de Santiago de Compostela acolheu o evento.

Tal como agora, o arcebispo foi anfitrião do evento e reteve o convite deixado pelo Papa polaco aos mais novos, para que “vivessem a sua vocação e missão de uma forma direta, centrada em Jesus Cristo, caminho, verdade e vida”.

As metas estabelecidas ano após ano pela pastoral juvenil, consolidadas agora por Bento XVI, são mesmo o “segredo do sucesso das jornadas”, permitindo a descoberta de “novos caminhos”, sublinha.

D. António Maria Rouco espera sobretudo que, de entre o milhão de jovens que se inscreveram para as JMJ2011, “surjam novas vocações, para o sacerdócio, a vida consagrada e a família cristã”.

As Jornadas Mundiais da Juventude, que se realizam desde 1985, devem contar este ano com mais de 15 mil portugueses.

JCP - Agência Ecclesia

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.