Medalha Milagrosa

Corrente de oração por Portugal

Lisboa, 07 jun - A fundação católica Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) lançou uma corrente de oração por Portugal para responder à crise financeira e espiritual que tem deixado o país “à deriva”.

“Os portugueses olham para o futuro com apreensão, não sabendo o que o dia de amanhã vai trazer, que país vamos legar aos nossos filhos e netos e veem o presente com angústia” - assinala um comunicado da AIS enviado à Agência Ecclesia.

A Ajuda à Igreja que Sofre considera que a fé é o patrimônio mais valioso que os cristãos possuem e que este é o momento para que eles se unam em oração pelas famílias, mostrando que “sua fé tem a força de mover montanhas”.

“Como ajudar os idosos que mal sobrevivem com pensões baixíssimas; como auxiliar os doentes que não têm dinheiro para os medicamentos; como dar emprego aos milhares de compatriotas que ficaram sem trabalho?” - questiona a AIS, explicando que a iniciativa foi lançada em junho, mês “de muitas escolhas decisivas” para o futuro de Portugal, “começando pelas eleições legislativas” realizadas domingo passado.

Para aderir a esta corrente que caminha pela Internet, os cristãos são convidados a acender uma vela virtual, indicando o nome e o email, podendo ainda escrever uma mensagem.

Os usuários podem também se inscrever num dos 11 grupos de oração criados até agora, que além de preces por Portugal, incluem intenções pelo Brasil ou por pessoas atingidas pela violência, injustiça e perseguições religiosas.

Já foram acesas mais de 4700 velas, com registo de origem em Portugal, Brasil, Bélgica, Itália, Suíça, Turquia e Macau.

A AIS, fundada na Alemanha em 1947 sob a inspiração da mensagem de Fátima, é uma organização dependente da Santa Sé que tem por objetivo apoiar projetos pastorais em países onde a Igreja Católica enfrenta dificuldades. (CM)

Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.