Medalha Milagrosa

Papa: ''Enquanto houver consciência, haverá futuro''

Zagreb, 04 jun - No final da tarde, o papa se encontrou com os representantes da sociedade civil, expoentes do mundo acadêmico, cultural e empresarial. Estavam presentes também no Teatro Nacional de Zagreb o corpo diplomático e líderes religiosos.

Nessa ocasião, Bento XVI ressaltou o papel da religião na vida social: “é uma componente que convida à escuta de Deus como condição para a busca do bem comum, da justiça e da reconciliação na verdade” – disse.

Seu discurso se centrou também na figura do jesuíta Padre Ru?er Josip Boškovi?, cultor da verdade e autor da ‘teoria da continuidade’, e no feliz conúbio entre fé e ciência, que se estimulam mutuamente.

Bento XVI destacou ainda o significado da consciência:

"A qualidade da vida social e civil e a qualidade da democracia dependem em grande parte deste ponto “crítico” que é a consciência, de como a mesma é entendida e de quanto se investe na sua formação. Se a consciência é descoberta novamente como lugar da escuta da verdade e do bem, lugar da responsabilidade diante de Deus e dos irmãos em humanidade – que é a força contra toda a ditadura – então há esperança para o futuro".

Concluindo, Bento XVI mencionou a contribuição preciosa da Igreja na formação das famílias e nas paróquias, observando o valor do compromisso cristão na lógica da gratuidade. (CM)

Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.