Medalha Milagrosa

CNBB homenageia Adveniat

 A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) prestou homenagem à Ação Episcopal Adveniat que, neste ano, comemora 50 anos. A sessão comemorativa ocorreu no subsolo do Santuário Nacional de Aparecida, às 20h desta segunda-feira, 9, e contou com a presença de todos os bispos que participam da 49ª Assembleia da CNBB, além de convidados.

O diretor da Adveniat, monsenhor Bernd Klaschka, e o responsável pelo Departamento Brasil, Norbert Bolte, vieram da Alemanha para receber as homenagens.

“Muito nos honra sua presença entre nós nesta noite de júbilo, representando a Adveniat. Recordamos seu vínculo com a América Latina, como sacerdote Fidei Donum, até 2004, quando lhe foi confiada a função de Diretor da Ação Episcopal Adveniat”, disse o presidente da CNBB, dom Geraldo Lyrio Rocha ao saudar o monsenhor Klaschka.

“Em sua pessoa, saudamos todo o Corpo Administrativo de Adveniat e pedimos-lhe que transmita a cada funcionário e colaborador o nosso reconhecimento e nossa gratidão. De modo particular, saudamos o Sr. Norbert Bolte, responsável pelo Departamento Brasil, que tem testemunhado extraordinária compreensão e grande solidariedade, de acordo com o espírito que anima Adveniat, e nos honra com sua presença nesta solenidade“, acrescentou o presidente.

Emocionado, o diretor da Adveniat agradeceu a homenagem da CNBB. “Este ato solene simboliza aquilo que a Adveniat quer ser: uma ponte entre pessoas, igrejas e povos e não uma via de mão única”, disse. “Isto está escrito no livro tombo da Adveniat, cujas raízes encontram-se na fome e na miséria que grassavam na Alemanha depois da Segunda Guerra Mundial”, acrescentou.

Segundo Klaschka, a Adveniat tem como objetivo prestar auxílio pastoral às dioceses na América Latina e Caribe. “Pastoral significa atuação da Igreja no mundo, fiel ao evangelho e à renovação eclesiástica, promovida pelo Concílio Vaticano II”, explicou.
Klaschka salientou a boa relação da Adveniat com o Brasil e citou as visitas da Presidência da CNBB à sede da instituição e a acolhia “calorosa” de representantes da Adveniat por parte dos brasileiros.

Um documentário contando a história da Adveniat foi exibido durante a sessão, que contou também com a participação da Orquestra de Câmara Metropolitana e Coral Madrigal Voz Ativa, de São Paulo, que gravaram o CD Salmos e Cânticos de Gelineau, lançado na tarde de hoje, durante a Assembleia da CNBB.

O vídeo recolhe também testemunho de bispos brasileiros cujas dioceses recebem o apoio e ajuda da Adveniat, tanto na formação de futuros padres quanto na execução de projetos sociais. Nestes 50 anos, a Adveniat já financiou, segundo o diretor, 80 mil projetos no Brasil.

Um escultura denominada Parceria, criação de Enza LM, foi entregue ao monsenhor Klaschka pelo presidente da CNBB e pelo arcebispo de Porto Alegre, dom Dadeus Grings, cuja arquidiocese teve o primeiro projeto de ajuda aprovado pela Adveniat, em 1961, em favor do seminário de Viamão (RS).

CNBB

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.