Medalha Milagrosa

Colômbia recorda 25º aniversário da visita de João Paulo II

Bogotá, 05 mar - Realizou-se nesta quinta-feira, em Bogotá, o Fórum "João Paulo II e a sua impressão na Colômbia, 25 anos depois", para recordar o significado e os ensinamentos da visita do Papa polonês ao país andino, feita de 1º a 7 de julho de 1986.

Segundo a Conferência Episcopal da Colômbia, a iniciativa teve a participação, dentre outras personalidades, do Presidente do país, Juan Manuel Santos Calderón; do Núncio Apostólico, Dom Aldo Cavalli, da Ministra das Relações Exteriores, Maria Angela Holguin; e do ex-Presidente Belisario Betancourt.

O Presidente Santos Calderón falou dos sentimentos e da devoção manifestados ao Papa pelo povo colombiano durante uma semana, ao ter esperado 18 anos após a precedente visita de um Pontífice: de fato, Paulo VI visitara a Colômbia em 1968.

Calderón recordou "o sentido de paz que a presença do Papa emanou, e que pôde transmitir ao povo colombiano naquela semana maravilhosa" – frisou – durante a qual visitou diversas cidades: Bogotá, Barranquilla, Medellín, Cali, Tumaco, Popayán e Chiquinquirá.

O Presidente disse que João Paulo II "deixou um sinal indelével e bonito na alma da Colômbia... recebemos a sua palavra de encorajamento", após os dramáticos eventos verificados na Colômbia naquele período, como o ato da guerrilha no Palácio de Justiça e as lavas provocadas pelo vulcão Nevado del Ruíz, que destruiram a cidade de Armero, causando milhares de vítimas.

O Fórum foi organizado pela Embaixada da Calômbia junto à Santa Sé, a Fundação Konrad Adenauer e a Fundação Revel, no quadro de uma série de festejos pelo 25º aniversário da visita, à Colômbia, de João Paulo II, cuja Beatificação está marcada para 1º de maio próximo. (RL)

Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.