Medalha Milagrosa

Internet: Vaticano afasta possibilidade de confissões pelo celular

Porta-voz sublinha que a tecnologia não substitui «diálogo pessoal» com um padre

Cidade do Vaticano, 09 Fev (Ecclesia) – O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, afirmou hoje que nenhuma aplicação informática pode substituir o “diálogo pessoal” na confissão, afastando, por exemplo, a possibilidade de se criar um confessionário «virtual» no «iphone».

“É essencial perceber bem que o sacramento da penitência requer necessariamente o diálogo pessoal entre penitente e confessor e a absolvição por parte do confessor presente”, disse, em declarações aos jornalistas, no Vaticano.

O diretor da sala de imprensa comentava notícias divulgadas em vários órgãos de comunicação social a respeito da aplicação «Confession» para iPhone ou iPad, apresentada como uma “confissão” no celular ou no computador, respectivamente.

Para o padre Lombardi, “não se pode falar, de forma alguma, em «confissão por iPhone»”.

“Num mundo em que muitas pessoas usam suportes informáticos para ler e refletir”, acrescentou, “não se pode excluir que alguém reflita, em preparação para a confissão, apoiando-se em instrumentos digitais, como fazia, no passado, em textos e perguntas escritas num papel”.

A aplicação «Confession» é apresentada como uma ajuda para a preparação deste momento e não como alternativa à forma tradicional do sacramento da Igreja Católica, criando exames de consciência personalizados para tornar a confissão mais simples.

O porta-voz do Vaticano sublinha, a este respeito, que se trata de um “subsídio pastoral digital que algumas pessoas podem achar útil, sabendo que não, de maneira nenhuma um substituto do sacramento”.

“Naturalmente, é também importante que haja uma verdadeira utilidade pastoral e que não se trate de um business (sic) alimentado por uma realidade religiosa e espiritual importante”, prosseguiu.

O sacramento da penitência, também conhecido por reconciliação ou, mais popularmente, por confissão, evoluiu, na sua forma concreta, ao longo dos séculos e implica a declaração, por parte do fiel católico, dos atos considerados como pecado, a absolvição do sacerdote ou do bispo que escuta a confissão e o cumprimento da penitência imposta pelo confessor.

«Confession» está disponível no iTunes e é possível encontrar mais informação em www.littleiapps.com, o site da empresa criadora.

A aplicação foi apresentada nos Estados Unidos da América (EUA) pelos irmãos Patrick e Chip Leinen, com a ajuda de um amigo e de dois sacerdotes católicos, tendo recebido a aprovação do bispo Kevin C. Rhoades, da diocese de Fort Wayne-South Bend.

 
Fonte: OC – Agência Ecclesia

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.