Medalha Milagrosa

Igreja da Natividade candidata a patrimônio da humanidade

Belém, 08 fev - A Autoridade Nacional Palestina (ANP) pediu à Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) que reconheça a Igreja da Natividade como o primeiro Patrimônio da Humanidade sob responsabilidade palestina.

A ANP informou ter requisitado à UNESCO que inclua a igreja situada em Belém - um dos lugares mais sagrados para os cristãos e onde, segundo a tradição, teria nascido Jesus Cristo - em sua lista de sítios culturais de grande importância.

A construção data de 1.700 anos atrás. Estima-se que dois milhões de fieis e turistas visitem a Igreja da Natividade este ano, entrando na basílica pela Porta da Humildade, cujas vigas foram doadas no século XV pelo rei inglês Eduardo IV.

Ela fica na Cisjordânia ocupada, mas as conversações com Israel para pôr fim ao conflito no Oriente Médio e criar um Estado palestino com um tratado mútuo estão suspensas há cinco meses. Por não ter um país próprio, os palestinos não são membros plenos da Organização das Nações Unidas e não têm como obter o reconhecimento da UNESCO.

Ao apresentar a submissão formal ao comitê de patrimônio da Organização, em Paris, a ministra do Turismo e das Antiguidades da Autoridade Palestina, Khouloud Daibes disse que “este é um passo importante e necessário em nosso plano para pôr fim à ocupação israelense e estabelecer um Estado”.

Nos últimos anos, a UNESCO reconheceu mais de 900 locais de valor universal extraordinário para a humanidade. Estima-se que a Organização responda ao pedido da Autoridade palestina somente em meados de 2012. (CM)

Rádio Vaticano 

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.