Medalha Milagrosa

Bento XVI: vida consagrada, sinal do amor superabundante de Deus

Cidade do Vaticano, 1º fev - Bento XVI presidirá nesta quarta-feira, às 17h30 locais, na Basílica de São Pedro, à celebração das Vésperas com membros dos Institutos de Vida Consagrada e das Sociedades de Vida Apostólica, na Festa da Apresentação do Senhor e XV Dia da Vida Consagrada.

-Ressaltamos que a Rádio Vaticano transmitirá a celebração, ao vivo, via satélite, para todo o Brasil e demais países de língua portuguesa cujas emissoras nos retransmitem, a partir das 14h20 (do horário brasileiro de verão).

Aproveitamos a ocasião para repropor, brevemente, algumas meditações do Papa nas celebrações dos anos precedentes:

Um "mistério simples e solene": assim, Bento XVI define a Apresentação do Menino Jesus no Templo, quarenta dias após seu nascimento. Esse é, ao mesmo tempo, um momento particular da vida da Sagrada Família e um evento que diz respeito a toda a humanidade, vez que Cristo nos é apresentado como o "mediador que une Deus e o homem eliminando as distâncias, superando toda divisão e abatendo todo muro de separação".

O Papa ressalta que Jesus "começa, ainda Menino, a trilhar no caminho da obediência, que percorrerá até o fim". E ressalta como Maria é a primeira pessoa associada ao Senhor no caminho da obediência:

"Levando o Filho a Jerusalém, a Virgem Mãe o oferece a Deus como verdadeiro Cordeiro que tira o pecado do mundo; coloca-o diante de Simeão e Ana qual anúncio de redenção; apresenta-o a todos como luz para um caminho seguro nas veredas da verdade e do amor." (Missa para o Dia da Vida Consagrada, 2 de fevereiro de 2006)

Justamente a obediência de Jesus a Maria – ressalta o Pontífice – é um modelo a ser seguido para os consagrados, chamados a servir a Deus e a fazer resplandecer a sua luz na Igreja e no mundo:

"De fato, assim como a vida de Jesus, na sua obediência e dedicação ao Pai, é parábola viva do "Deus conosco", do mesmo modo, a dedicação concreta das pessoas consagradas a Deus e aos irmãos torna-se sinal eloqüente da presença do Reino de Deus para o mundo de hoje (...) a entrega total de vocês nas mãos de Cristo e da Igreja é um anúncio forte e claro da presença de Deus numa linguagem compreensível aos nossos contemporâneos." (Missa para o Dia da Vida Consagrada, 2 de fevereiro de 2006)

"Esse é o primeiro serviço que a vida consagrada presta à Igreja e ao mundo – acrescenta o Pontífice. Dentro do Povo de Deus, ela é como sentinela que anuncia a vida nova já presente em nossa história."

Como Cristo, também a pessoa consagrada é "sinal de contradição".

Rádio Vaticano

Gostou desta página? Então comente e participe da nossa família! Se ainda não é usuário, basta se cadastrar. É simples, rápido e gratuito! Se já é usuário, basta fazer seu login.